Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

No porto chinês de Dallian a soja avançou para US$ 839,12 e o farelo de soja avançou para US$ 495,37 hoje

Publicado em 23/12/2020 Editoria: AgroNews Comente!


CORN - MILHO

Em Chicago, os principais vencimentos do milho na CBOT tinham alta por volta das 11h49 (horário de Brasília). O contrato Março/21 era cotado em US$ 4,47, aumento de 4,00 pontos, o Maio/21 subia 3,75 pontos, com preço de US$ 4,48, o vencimento Julho/21 tinha valor de US$ 4,47, avançando 3,25 pontos, e o Setembro/21 valorizava 2,00 pontos, valendo US$ 4,28. 

miho
     
  B3 (Bolsa)  
jan/21 80,03 0,86%
mar/21 79,95 0,69%
mai/21 75,3 0,31%
jul/21 68,5 0,72%
Última atualização: 14:49 (23/12)
 

Conforme reporte da Agrifatto Consultoria, a firmeza do mercado norte-americano acima dos US$ 4,30 e motivada, em parte, à falta de “vontade” dos agricultores dos Estados Unidos em negociar suas produções. Um ponto destacado pelo site Successful Farming é a questão do clima no Brasil, que pode ter tempo mais seco na região Sul em fevereiro, atrapalhando o desenvolvimento da soja tardia e do milho da primeira safra. Além disso, analistas americanos já olham também para o clima braisleiro em abril e maio, que pode colocar em risco a produtividade da segunda safra.

Os mercados físicos mostraram sinais limitados de atividade no Golfo dos EUA, onde as barcaças CIF continuaram registraram que o suporte está voltando ao complexo, sem dúvida, tirando esse apoio de um forte desempenho de vendas líquidas e dos desafios de rio no final do ano, as barcaças CIF mostraram sinais de aumento para equilibrar o carregamento de dezembro. As informações são da TF Agroeconômica. 

INDICADOR DO MILHO ESALQ/BM&FBOVESPA (Mercado)  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
22/12/2020 77,34 2,98% -1,24% 14,97  
21/12/2020 75,1 1,19% -4,10% 14,66  
18/12/2020 74,22 0,15% -5,22% 14,59  
17/12/2020 74,11 -0,99% -5,36% 14,6  
16/12/2020 74,85 1,37% -4,42% 14,6  
           

“Com a confirmação inicial agora passando pelas indicações do início de 2021, as ofertas para dezembro aumentaram o preço, atingindo 80 centavos em relação a março e forçando as ofertas a subirem cerca de 10 centavos no dia, para 85 mais. Isso desencadeou uma resposta a partir de janeiro, onde os lances acumularam até cinco centavos para chegar a 76 centavos em relação a março, enquanto os lances de fevereiro aumentaram em cerca de um centavo, chegando também a 76 centavos acima”, comenta. 

Mais adiante na curva, houveram ajustes modestos semelhantes, à medida que os EUA se preparam para o que deve ser um ritmo de exportação consistente se o setor quiser chegar perto da projeção de exportação de 67 milhões de toneladas do USDA. “Fora dos EUA, a Coreia do Sul permaneceu quieta, enquanto as ofertas do Vietnã continuaram a rastrear valores CBOT mais altos”, completa. 

“O milho para entrega em março nos portos do sul do Vietnã ficou em US$ 256,30/t, cerca de US$ 2/t mais alto. O mercado de milho ucraniano permaneceu silencioso com ofertas em torno de US$ 229- $ 230/t FOB para carregamento de fevereiro-março e a melhor oferta contra aquela de cerca de US$ 226/t FOB HIPP para carregamento de março. Os níveis de oferta para carregamento de milho romeno em fevereiro também ficaram em torno de US$ 234- $ 235/t FOB CVB”, conclui. 

No final da manhã desta quarta-feira (23) a Bolsa Brasileira (B3) registrava cotações com leves altas. Por volta das 11h42 (horário de Brasília), o contrato Janeiro/21 estava valendo R$ 79,96 a saca de 60 quilos, alta de 0,77%, o Março/21 estava cotado em R$ 80,88/sc, com aumento de 0,60%, o Maio/21 valia R$ 75,42/sc, valorizado em 0,47%, e o Julho/21 com preço de R$ 68,60/sc, aumentando 0,87% 

miho  
       
Chicago (CME)  
CONTRATO US$/bu VAR  
mar/21 449,25 5,75  
MAY 2021 449,75 5,25  
jul/21 449,25 5  
SEP 2021 430,25 3,75  
Última atualização: 14:41 (23/12)  
       

De acordo com análise da Agrifatto Consultoria, há poucas negociações no mercado de milho brasileiro, no entanto, os produtores se afastam do mercado e solicitam valores maiores ao da referência para fechar negócios. A atenção dos participantes do mercado agora se volta para a colheita da 1ª safra e semeadura da 2ª safra de milho.

“Os compradores de milho do Rio Grande do Sul continuam fora de mercado, abastecidos pelo menos até meados de janeiro ou mais. No momento, sua preocupação é acompanhar a safra (que está com grande quebra em algumas regiões do estado), para ver se recebem ou não os contratos fechados antecipadamente”,

Em Santa Catarina o panorama se repete após dias, com os compradores quietos, esperando janeiro chegar. “Os compradores de Santa Catarina continuam oferecendo R$ 71,00 no Oeste do estado e R$ 73,00 o Meio Oeste. Os compradores estão abastecidos por um mês e meio e aguardam novos rumos do mercado para se posicionar. Os preços deverão continuar firmes em 2021 porque as chuvas não recuperaram as lavouras do Oeste”, completa. 

No Paraná, o ritmo é de final de ano, com negócios apenas dos pequenos granjeiros. “Os preços continuam se mantendo elevados no estado, mas os negócios estão praticamente paralisados. Os grandes compradores estão abastecidos com milho local e os pequenos é que movimentam os preços. O Milho spot manteve os R$ 72,00 nos Campos Gerais comprador; poucas ofertas”, indica. 

Tudo igual no Mato Grosso do Sul, e a única diferença é a chuva, que deve pressionar os preços. “O mercado de milho se manteve porque o produtor não aceita os preços atuais, querendo no mínimo R$ 70,00/saca para vender. Mas, as boas chuvas que caíram hoje sobre o estado devem produzir o efeito contrário: aumentar a oferta e reduzir os preços a curto e médio prazos. Talvez a partir de abril os preços tomem outro rumo, mas precisa ver se vale a pena guardar o milho”, conclui. 

 

SUGAR - AÇUCAR
 

Mar NY world sugar 11 (SBH21) this morning is up +0.34 (+2.34%), and Mar London white sugar 5 (SWH21) is up +7.30 (+1.82%).

Sugar prices this morning are sharply higher and posted 1-1/2 week highs. Concern that dry conditions in Brazil will curb sugar yields are pushing prices higher today. Today, the Commodity Weather Group said that below-normal precipitation in Brazil is possible in Q1-2021 due to a weak-to-moderate La Nina weather pattern.

INDICADOR DO AÇÚCAR CRISTAL ESALQ/BVMF - SANTOS  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$    
22/12/2020 108,09 0,01% -2,44% 20,93    
21/12/2020 108,08 0,56% -2,45% 21,09    
18/12/2020 107,48 -0,07% -2,99% 21,13    
17/12/2020 107,56 0,26% -2,92% 21,19    
16/12/2020 107,28 -1,96% -3,17% 20,93    
Nota: Reais por saca de 50 kg, com ICMS (7%) .        
  media R$ 107,70        
  valor saco $ 20,63        
  valor ton $ 412,64  porto santos - FAS - icmusa 130 - 180  
                          com 7% icms      

Strength in crude prices today was another positive factor for sugar. Crude prices are up by more than +3% today, which benefits ethanol prices and gives Brazil&39;s sugar mills incentive to divert more cane crushing toward ethanol production rather than sugar production, thus reducing sugar supplies.

A supportive factor for sugar was Monday&39;s projection the Indonesia Sugar Refiners Association that it expects Indonesia, Southeast Asia&39;s largest economy, to boost its sugar exports next year by +10% y/y to 3.3 MMT due to higher demand the food and beverage industry.

On the negative side was last Wednesday&39;s action by the Indian government to authorize spending 35 billion rupees ($475 million) to help subsidize Indian sugar producers to export as much as 6 MMT in the 2020/21 season.

The outlook for more sugar supplies India is bearish for sugar prices. The Indian Sugar Mills Association reported on Thursday that India&39;s sugar production Oct 1-Dec 15 jumped +61% y/y to 7.38 MMT. On Nov 19, the USDA&39;s Foreign Agricultural Service (FAS) estimated that India&39;s 2020/21 sugar production will climb +16.8 % y/y to 33.76 MMT and that India&39;s sugar exports will climb +3.5% to 6.0 MMT.

Unica, on December 10, reported that Brazil&39;s Center-South sugar production in the second half of November rose +22.6 y/y to 427 MT. The percentage of cane used for sugar rose to 35.55% in 2020/21 23.85% in 2019/20.

Current supplies appear robust after data Dec 3 showed Brazil&39;s Nov sugar exports rose +60% y/y to 3.1 MMT. Also, the

India Sugar Mills Association (ISMA) reported on Dec 2 that India Oct 1-Nov 30 sugar production surged +107% y/y to 4.29 MMT due to an early start for the crushing season.

Sugar prices had trended higher over the past two months to a 10-month nearest-futures high Nov 17 on concern that Brazil&39;s dry conditions may curb sugarcane yields and reduce Brazil&39;s sugar production. Irregular rain in Brazil&39;s sugar-growing areas is keeping soil moisture levels below normal. Maxar recently said that Brazil&39;s sugar-growing regions had received only 5%-25% of average rain in the past few months, leaving crops "extremely dry." Also, a La Nina weather pattern could lead to prolonged excessive dryness in Brazil that cuts sugarcane yields.

In a bullish factor, ISO on Nov 17 cut its global 2020/21 sugar production estimate and increased its global 2020/21 sugar deficit estimate. ISO projects that global 2020/21 sugar production will increase by +0.9% y/y to 171.1 MMT. ISO also said the global 2020/21 sugar market would fall into deficit by -3.5 MT a +1.86 MMT surplus in 2019/20.

Sugar prices are also seeing support the smaller sugar crop in Thailand, the world&39;s second-biggest sugar exporter, which has been decimated by drought. The Thailand Sugar Mills Corp said Oct 2 that Thailand&39;s 2020/21 sugar production would fall -13% y/y to an 11-year low of 7.2 MMT as dry weather this year ravaged cane plantations.



SOYBEAN - SOJA

O mercado da soja no final desta manhã de quarta-feira (23) mostrou altas, com os principais contratos esbarrando na casa dos US$ 12,60/bushel na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com análise do site Successful Farming, os futuros da soja atingiram um novo recorde de alta em seis anos no comércio da madrugada devido ao clima seco na América do Sul.

SOJA - CME - CHICAGO
CONTRATO US$/bu Variação (cts/US$) Variação (%)
jan/21 12,4725 4 0,32
mar/21 12,5 2,5 0,2
mai/21 12,495 2,75 0,22
jul/21 12,4425 4 0,32
Última atualização: 14:41 (23/12)  

Na CBOT, por volta de 11h47 (horário de Brasília), o vencimento Janeiro/21 subia 12,25 pontos, valendo US$ 12,59/bushel, o Março/21 valorizava 11,25 pontos, com preço de 12,61/bushel, o contrato Julho/21 avançava 9,50 pontos, com valor de US$ 12,53/bushel e o Agosto/21 escalava 8,00 pontos, cotado em US$ 12,19/bushel. 

Conforme reporte da Agrifatto Consultoria, a terça-feira (22) foi de recuo para a soja em valores nominais, com um volume ínfimo disponível no mercado. "Apesar da desvalorização, praticamente não há negócios sendo realizados nos últimos dias, e, com isso as cotações mantêm-se sem grandes variações", apontou a Consultoria.

No caso do mercado norte-americano, a Agrifatto aponta que a expectativa de uma demanda chinesa crescente dá ânimos para a evolução dos preços da soja norte-americana.

Nos mercados à vista, os compradores chineses compraram 5-6 carregamentos de soja brasileira da nova safra de 2021 em uma base CFR durante a noite. As informações foram divulgadas nesta manhã pela TF Agroeconômica. 

    soja US$ 5,22
         
    B3 (Bolsa)    
  CONTRATO US$/sc R$/sc VAR
  nov/20 27,85 145,377 1,46%
     
  Última atualização: 14:42 (23/12)
         
         

“As remessas de março foram negociadas a 144-148 c/bu sobre os futuros de março e as remessas de abril mudaram de mãos a 144 c/bu sobre o futuro de maio. Os embarques de fevereiro foram feitos a 170 c/bu sobre o março futuro, enquanto o embarque de janeiro/fevereiro terminou a 174 c/bu sobre o março futuro”, comenta. 

Um estocador estatal chinês retirou um carregamento de janeiro/fevereiro da PNW, mas o preço exato não pôde ser confirmado. “O indicador CFR China para o embarque em fevereiro da opção mais barata foi avaliado em 178 c/bu sobre o março futuro, equivalente a $ 522,75/t, um aumento de $ 1,75/t em relação à avaliação anterior”, completa. 

“Na origem, os prêmios na base FOB eram ligeiramente mais firmes devido futuros mais fracos. Os embarques de março a setembro no mercado de papel de Paranaguá subiram 1-3 c/bu ao longo da curva com o embarque de março atrelado a 54 c/bu sobre o março futuro, equivalendo a $ 477/t, alta de $ 2,25/t. Na Argentina, os prêmios aumentaram 2 c/bu em toda a linha, com os embarques em maio passando para 55 c/bu em relação aos futuros de maio. No hemisfério norte, os prêmios permaneceram praticamente inalterados, com preços definitivos aumentando US$ 2-3 /t”, indica. 

No porto chinês de Dallian a soja avançou para US$ 839,12 contra US$ 819,19 do dia anterior; o farelo de soja avançou para US$ 495,37, como os US$ 484,21 do dia anterior e o óleo de soja recuou para US$ 1.272,58 como os US$ 1.283,70 do dia anterior. 

SOJA - PREMIO
CONTRATO VALOR
dez/20 130
mar/21 55
abr/21 55
mai/21 60
Última atualização: 23/12/2020
   

Fabricantes de soja na Argentina apresentaram na noite de terça-feira uma proposta com o objetivo de encerrar uma greve de duas semanas de sindicatos de trabalhadores portuários e petroleiros que afetou o fluxo das exportações agrícolas de uma das principais empresas do mundo cestos de pão.

Trabalhadores de oleaginosas e inspetores de grãos estão exigindo aumentos salariais grandes o suficiente para compensá-los pela alta inflação e pelo risco de trabalhar durante a pandemia de COVID-19.

Daniel Succi, funcionário do Sindicato dos Trabalhadores e Empregados em Sementes Oleaginosas (SOEA), disse que os trabalhadores na manhã de quarta-feira receberam o acordo trabalhista recentemente proposto pelas empresas exportadoras com ceticismo, chamando-o de insuficiente.

“Certamente teremos ... uma resposta a essa oferta, que não é suficiente”, disse Succi, acrescentando que o reajuste salarial ficou aquém das expectativas.

As apostas estão crescendo a cada dia, já que as negociações continuam a falhar 14 dias depois que os trabalhadores saíram do trabalho pela primeira vez.

Desde a semana passada, nenhum caminhão de soja entrou nos terminais do principal pólo de grãos do país, Rosário, de onde saem cerca de 80% das exportações agrícolas da Argentina. A câmara de empresas de exportação CIARA-CEC da Argentina disse que mais de 100 navios cargueiros não puderam carregar durante a greve.

           
Preço soja referência (chicago ):$/MT 506,05   23/dez
           
Preço Brasil - esalq - Paranaguá: $/MT 481,90   23/dez
           
Preço Brasil - Paranaguá: $/MT 478,93   23/dez
PREÇO REFERÊNCIA FAS PARANAGUÁ NET.  Preço Brasil MI = R$ 150,00 por saca

No final do dia de terça-feira, sindicatos ligados ao setor marítimo e portuário da Argentina anunciaram que também iniciariam uma greve de 36 horas a partir da manhã de quarta-feira em apoio aos seus colegas de trabalho.

A Argentina é o maior fornecedor internacional de farelo de soja, ração para gado usada para engordar porcos e aves da Europa ao Sudeste Asiático. 

Os preços da soja continuam subindo, principalmente no mercado do Rio Grande do Sul, de acordo com o que informou a TF Agroeconômica. No entanto, não há pressão de demanda, apenas o resultado do cálculo do preço das altas da soja e do farelo em Chicago e do dólar no Brasil. 

INDICADOR DA SOJA ESALQ/BM&FBOVESPA - PARANAGUÁ
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$
22/12/2020 150,93 -0,03% -6,70% 29,22
21/12/2020 150,98 -0,11% -6,67% 29,47
18/12/2020 151,15 0,11% -6,56% 29,71
17/12/2020 150,99 0,43% -6,66% 29,75
16/12/2020 150,35 -1,58% -7,06% 29,33

“Os preços de R$ 146,20 no porto equivaleriam a R$ 140,00 no interior e R$ 135,00/saca para o agricultor, a alta de mais 2,27%, com uma lucratividade em relação aos custos de produção de aproximadamente 65%. Como o produtor já comprometeu mais de 65% da próxima safra em negócios já feitos, tem receio de comprometer mais, principalmente diante dos problemas climáticos que ainda persistem, no que tem toda a razão”, comenta. 

O estado do Paraná segue sem produto e as cotações são apenas nominais. “O mercado spot continua a R$ 130,00 no balcão, R$ 140,00 no mercado de lotes em Ponta Grossa e R$ 140,00 em Paranaguá, preços apenas nominais, poque não há mais mercadoria desta safra. Soja futura ficou em R$ 142,00 Ponta Grossa para safra 2021 abril/abril”, completa. 

Em Minas Gerais, o mercado de soja voltou a subir mais 1 real . “Com pequena alta do dólar voltou a fazer subir levemente o mercado mineiro de soja, que registrou poucas ofertas, mas os preços avançaram mais um real/saca, como mostra nossa tabela ao lado. É a terceira alfa consecutiva. Os preços subiram mais 0,79%, puxados pela alta do dólar e de Chicago. Apesar disto não houve negócios porque a maioria das empresas está fora de mercado, entrando em férias coletivas ou em regime de espera para o novo ano”, conclui. 

 

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários