Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

+ ARQUITETURA: Faça você mesmo - Cabeceira fácil e baixo custo.

Publicado em 01/11/2020 Editoria: Arquitetura Comente!


+ ARQUITETURA: Faça você mesmo - Cabeceira fácil e baixo custo.

+ ARQUITETURA: Faça você mesmo - Cabeceira fácil e baixo custo.

Faça você mesmo – Cabeceira fácil e baixo custo.

Observação: Todas as palavras sublinhadas são "clicáveis" e direcionam para o tema.

E aí, pessoal.

Como estão?

Hoje vocês terão a oportunidade de aprender a criar uma cabeceira para suas camas de maneira fácil, com baixo custo, rápida de fazer e sem ter que furar parede (nada de parafusos).

Fiquem ligados no artigo se vocês têm uma cama Box sem cabeceira e ainda não tiveram oportunidade ou condições de mandar fazer; ou vocês que não querem investir muito nos seus apartamentos, pois moram de aluguel; ou até mesmo vocês que gostam de pôr a mão na massa e que, porventura, após verem as ideias sintam vontade de aplicá-las.

Vou mostrar para vocês a cabeceira que eu mesmo fiz durante a pandemia, utilizando materiais que eu já tinha, mas estavam largados e esquecidos. Após falar sobre minha cabeceira irei mostrar outras propostas bem interessantes que vocês também poderão fazer.

O que você precisará ter ou comprar para fazer sua cabeceira igual ou semelhante a minha:

1) Piso vinílico ou PVC;

2) Cola de contado (cola de sapateiro);

3) Espátula ou pincel (será descartado depois) para aplicação da cola;

4) Estilete largo;

5) Régua ângulo em “L” de metal ou normal;

6) Trena;

Observação: Os itens 7), 8), 9) e 10) serão necessários somente se você quiser colocar uma fita de led na cabeceira.

7) Ripas de madeira para acabamento superior e/ou para estruturação do piso na parede, para passagem da fita de led (fazer uma canaleta);

8) Serra manual ou elétrica para cortar as ripas de madeira;

9) Fita de led;

10) Fita dupla face (fixação extrema), para colar a fita de led nas ripas;

11) Tomada baixa na parede da cabeceira, para ligar a fita de led.

12) Tinta para pintar as ripas, se necessário.

Todos os itens sublinhados acima são clicáveis e mostram sugestões de preços. Agora falarei mais a fundo sobre os principais materiais a serem utilizados no projeto:

Piso vinílico ou PVC:

Existem vários modelos com tamanhos, cores e texturas diversas, basta você escolher o que combina melhor com seu quarto. Aconselho comprar com espessura mínima de 2mm.

Eles já são bem conhecidos e consolidados no mercado, principalmente pelo seu uso no piso, por sua facilidade e praticidade na instalação, assim como sua sensação de aconchego ao toque dos pés. Apresentam propriedades acústicas e térmicas (melhorando o conforto), além de serem antialérgicos, anti chamas e de fácil limpeza. São aconselháveis em qualquer ambiente interno, inclusive em ambientes como cozinha e banheiro, devendo ser evitado apenas dentro do box.

Mas você já pensou em utilizá-lo na parede, para fazer sua cabeceira ou até mesmo um painel?

Vejamos os principais tipos:

- Em rolos ou mantas: Mais baratos, geralmente vêm em rolos de 2m de largura, podendo ser cortados no comprimento necessário, ou já vem em um comprimento específico (consultar lojas). São menos resistentes, mais finos e menos realísticos visualmente; por isso aconselho gastar um pouquinho mais e comprar os em formato régua ou placa. Preços a partir de R$19,90/m².

- Em réguas ou placas flexíveis: Um pouco mais caros, porém, mais resistentes e com aparência mais realística. Caso comprem pela internet, vocês precisam verificar se o preço está por m² (metro quadrado) ou por caixa e avaliarem para a metragem quadrada que precisarão, pois existem de vários preços. Aconselho irem até a loja para escolherem ao vivo.

- Tipo autoadesivo: Também existem os pisos vinílicos/PVC autoadesivos; são uma boa opção, visto que você não precisará se incomodar e nem perder tempo utilizando a cola de contato.

- Tipo clicável (de encaixe): Geralmente mais caros e melhor para uso no chão, por sua praticidade e possibilidade de desmonte e reúso, por não utilizar cola. Para fazer a cabeceira ou painel não há necessidade de comprar este tipo.

Cola de contado (cola de sapateiro):

Todo projeto será colado com esta cola, sem utilização de pregos ou parafusos.

Modo de usar: aplique a cola nos dois materiais a serem colados, espere o tempo indicado pelo fabricante para colar.  Posicione corretamente e pressione. Bata com a palma da mão ou com a mão fechada em todos os pontos e cantos para ter certeza que não há local descolado.

Ripas de madeira:

Serão utilizadas coladas diretamente na parede, para estruturarem a passagem da fita de led e para escondê-la (fazendo a caneleta), onde o piso será colado por cima, como acabamento.

Elas deverão ter espessura (grossura) mínima de 1,5cm e altura mínima de 2/3cm, senão fica pouca superfície para colarmos a ripa na parede e o piso na ripa.

Comprimento da ripa horizontal (para a parte superior da cabeceira): Quanto mais próximo do tamanho que deverá ter sua cabeceira, melhor, assim você não precisa emendar ou cortar, mas talvez você precise de ajuda na hora de colar, para segurar e colar uma das pontas.

Comprimento das ripas na vertical: Servirão para a descida da fita de led, da fiação e estruturação para colar o piso na vertical. Ripas de 120cm de comprimento são suficientes. Sugestão de altura final da cabeceira: 130cm (foi a medida que usei na minha, mas a partir de 110cm está bom).

Fita de led:

Tonalidade da cor do led:

Tonalidade entre 3.000 e 4.000K: Para o quarto/cama prefiro esta tonalidade mais amarelada, pois fica intimista e relaxa mais;

Tonalidade de 5.000K para cima: Caso você queira tonalidade mais clara (tonalidade branca ou azulada). Lembrando que luz da cor branca tem o efeito de despertar, deixar atento, então não seria muito interessante usar na cama, caso você queira uma luz relaxante.

E como surgiu a ideia de fazer a minha cabeceira?

Resolvi trazer este tema, visto que há pouco tempo, em meio ao pior momento da pandemia, com blackout total no país resolvi olhar com coragem para meu quarto e vi um quarto antigo, com móveis velhos e degradados, desconexos visualmente e uma parede com a pintura estourada devido a uma antiga infiltração (já resolvida) e bem onde deveria ficar a cabeceira da cama.

É aquela velha história do “Casa de ferreiro, espeto de pau”... hehe

Resolvi tomar vergonha na cara e aproveitar o momento em que o mundo estava parado para consertar as patologias da parede e tentar deixar o quarto com uma cara melhor, mas utilizando materiais que eu já tinha. Compraria apenas o necessário para poder viabilizar o projeto.

Neste artigo não vou falar para vocês tudo que fiz no quarto, pois daria muito “pano pra manga” (hehe), vou deter-me à cabeceira, desta vez.

Mas Ricardo, fala logo como você fez?

Vou pular a parte em que eu tive que tratar a parede que estava estragada devido à infiltração antiga, que já tinha sido resolvida.

A ideia inicial era apenas tratar a parede e pintá-la de cor diferente, na altura de uma cabeceira de cama, mas depois de finalizar a pintura não fiquei contente e pensei:

Como posso melhorar isto?

Mal sabia eu, que após este pensamento ficaria três meses reformando quase todo quarto e enfrentando todo tipo de treta, sujeira, muita roupa suja, catinga de tinta, dedos e mãos esfoladas e por aí vai... hehe

Observação: A tinta que usei para o reparo da parede e que serviu como fundo da cabeceira: Tinta Asfalto Suvinil (pode ser acetinado ou fosco).

Voltando para o que interessa...

Lembrei-me que não poderia deixar a parede daquela forma, pois tenho a mania de encostar-me na parede para ver TV, quando estou na cama. Com o tempo aconteceria com já havia acontecido anteriormente, algumas marcas iriam começar a aparecer na pintura conforme o uso; então seria interessante ter algo para proteger a parede (além da nova pintura); ou seja, ter de fato uma cabeceira para a cama Box.

Fucei tudo que eu tinha disponível de materiais e encontrei uma caixa. Eis que havia alguns pisos de PVC guardados dentro dela, vindos da sobra de outro apartamento, e que jamais seriam utilizadas.

Na hora me veio o estalo!

É isto, vou criar a minha cabeceira com estes pisos.

Verifiquei a quantidade e percebi que não conseguiria fazer uma cabeceira na parede inteira, pois não teria quantidade suficiente.

Mas o que daria de fazer com aquilo e qual a região mais crítica para eu fazer a cabeceira?

Calculei e verifiquei que conseguiria fazer apenas uma cabeceira do tamanho da largura da cama, com réguas intercaladas e sobrariam dois pisos e um pedaço para que eu conseguisse fazer outro detalhe.

Pensei em algumas formas de aproveitar todos os pisos e me veio a ideia de fazer um “L”, que estaria na altura de 130cm e desceria no final da parede, junto ao criado mudo, com o piso na vertical.

Aí veio mais uma ideia...

Por que eu não aproveito esse desenho em “L” e faço uma iluminação embutida para a cabeceira?

Mas aí precisaria de algo para estruturar esta ideia, algo onde eu possa prender e esconder a iluminação e que o piso possa ser colado por cima dessa estrutura para dar um bom acabamento.

Verifiquei que eu tinha várias ripas antigas e com medidas compatíveis com o que eu queria. Só precisei lixá-las e cortá-las nos tamanhos certos.

Mas você poderá comprá-las prontas em alguma madeireira ou lojas do ramo da construção civil. As de Pinus são as mais baratas e cumprem bem a função. Talvez seja necessário pintá-las de uma cor semelhante à cor do piso, caso ela fiquem à mostra. Vai depender do acabamento que você quiser dar, vou mostrar três tipos de acabamentos mais abaixo do texto.

Detalhe: Vocês vão verificar que minha cabeceira é preta. Eu pintei os pisos de PVC e as ripas de preto porque eu quis deixar o quarto com ar mais masculino. Os pisos eram em estilo madeirado claro e não combinavam com o resto do conceito que eu queria para o quarto. Mas vocês podem escolher o piso na textura e cor que agradam vocês, para não precisarem pintar, ok?

Por curiosidade; antes de pintar, lixei (lixa 320) um pouco o piso para a tinta aderir melhor. Pintei os pisos e ripas com spray multiuso preto fosco (2 a 3 demãos) e finalizei com spray de verniz fosco (2 demãos).

Agora vejamos as fotos passo a passo do projeto:

Sugestões de paginação de pisos para você fazer sua cabeceira:

Vejam como eu fiz a canaleta para fita de led no meu projeto, neste Detalhe 1:

Detalhe 1: Foto

Abaixo o Detalhe 01A: Este acabamento fica melhor que o Detalhe 1 (mais difícil de fazer), pois você corta os pisos em 45º e esconde a ripa.

Abaixo o Detalhe 02: Este é o detalhe da Vista 06, para você que quer a iluminação da fita de led para cima (iluminando a parede, ao invés da cabeceira):

 

Veja como fica a iluminação da cabeceira para cima (iluminando a parede), nas imagens abaixo:

Fonte:https://www.tuacasa.com.br/quarto-cinza/

Fonte: https://br.pinterest.com/pin/773774779711254942/

Fonte: https://www.mugarrideco.com/proyecto/una-habitacion-con-vestidor-abierto/

Você também pode colocar o piso na parede inteira (painel), como nas imagens abaixo:

Fonte: https://decorandocasas.com.br/2016/06/04/como-instalar-piso-laminado-na-parede/como-instalar-piso-laminado-na-parede-01/

Fonte: https://multipisos.com.br/2019/03/04/4-maneiras-de-inovar-com-o-piso-laminado-ou-piso-vinilico/

Vídeo de instalaçao de piso vinílico na parede:

Hoje trouxe para vocês ideias de cabeceiras fáceis de fazer, com baixo custo e que podem ficar muito legais; agora vocês só precisam colocar a criatividade em prática e terem disposição para fazer.

Caso tenham dúvidas ou precisem de consultoria ou projeto, entrem em contato pelos meios que estarão mais abaixo.

Espero que tenham curtido.

Abraços

Ricardo Cunha - Arquiteto

 

Seja você também um parceiro da + ARQUITETURA.

Empresas da construção civil em geral: construtoras, empreiteiras, lojas de materiais de construção, iluminação, tintas, móveis planejados, mobiliário, decoração, etc.
Banners clicáveis no rodapé das publicações, vídeos de divulgação da empresa e possibilidade de publicações exclusivas.

Entrem em contato:

arq.ricardoamc@gmail.com

Instagram: @ricardocunha_arquiteto

Parceiros:

Instagram: https://www.instagram.com/construtoraarv/

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários