Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Análise diaria mercado agricola milho soja açucar

Publicado em 24/10/2020 Editoria: AgroNews Comente!


CORN-MILHO 

A Bolsa de Chicago (CBOT) fechou a sexta-feira acumulando ganhos para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registraram movimentações positivas entre 1,00 e 3,00 pontos ao final do dia.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho subiram pela oitava vez nas últimas nove sessões devido ao otimismo contínuo das exportações, mesmo com a safra deste ano nos Estados Unidos indicando uma produção massiva. Os preços têm apresentado uma trajetória clara de alta desde o início de agosto, com alguns soluços ao longo do caminho.

       
miho  
       
  B3 (Bolsa)    
nov/20 81 1,12%  
jan/21 81,1 1,00%  
mar/21 79,95 0,57%  
mai/21 74,3 -3,51%  
Última atualização: 18:00 (23/10)  
   

Exportadores privados relataram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 3,9 milhões de bushels (99.060 toneladas) de milho para entrega durante a campanha de comercialização de 2020/21, que começou em 1º de setembro.

Os preços futuros do milho operaram durante toda a sexta-feira em baixa na Bolsa Brasileira (B3), mas fecharam o dia levemente mais altos. As principais cotações registraram movimentações entre 3,51% negativo e 1,33% positivo.

O vencimento novembro/20 foi cotado à R$ 81,00 com ganho de 1,12%, o janeiro/21 valeu R$ 81,37 com valorização de 1,33%, o março/21 foi negociado por R$ 79,95 com elevação de 0,57% e o maio/21 teve valor de R$ 74,30 com desvalorização de 3,51%.

INDICADOR DO MILHO ESALQ/BM&FBOVESPA (Mercado)  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
23/10/2020 78,82 1,93% 23,87% 14,01  
22/10/2020 77,33 2,57% 21,53% 13,81  
21/10/2020 75,39 2,81% 18,48% 13,45  
20/10/2020 73,33 2,57% 15,24% 13,1  
19/10/2020 71,49 1,09% 12,35% 12,76  

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, essa queda já era esperada, uma vez que todos os produtos têm um limite de crescimento. “O milho foi avançando, a B3 foi até R$ 85,00, mas ai o pessoal esticou a corda o máximo possível e agora os investidores viram que os grandes consumidores do mercado fugiram, ninguém vai comprar milho nesses valores porque será prejuízo certo”.

Na visão de Brandalizze, a B3 retornando abaixo dos R$ 80,00 é um padrão normal com o mercado de porto trabalhando à R$ 74,00 para exportação, que é o que baliza todo o mercado nacional. “O milho importado também chegaria próximo desses R$ 75,00 então ele está muito balizado e fica difícil evoluir mais”.

De acordo com o reporte diário da Radar Investimentos, o mercado físico do milho seguiu firme, mas com ofertas de compra e de venda mais distantes, o que chama a atenção. “O comprador está mais cauteloso em assumir compromissos com preços acima, enquanto os vendedores mantêm as ofertas.¨


SUGAR - AÇUCAR 

Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE atingiram o maior nível em oito meses  com o mercado retomando a tendência de alta em meio ao atraso do governo da Índia para decidir as políticas de exportação do país para a temporada 2020/21.

O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 0,28 centavo de dólar, ou 1,9%, a 14,78 centavos de dólar por libra-peso, após tocar uma máxima de oito anos (14,94 centavos) durante a sessão.

INDICADOR DO AÇÚCAR CRISTAL ESALQ/BVMF - SANTOS  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$    
23/10/2020 97,42 1,53% 10,05% 17,31    
22/10/2020 95,95 1,21% 8,39% 17,14    
21/10/2020 94,8 0,30% 7,09% 16,91    
20/10/2020 94,52 1,97% 6,78% 16,89    
19/10/2020 92,69 1,07% 4,71% 16,54    
Nota: Reais por saca de 50 kg, com ICMS (7%) .        
  media R$ 95,08        
  valor saco $ 16,89        
  valor ton $ 337,75  porto santos - FAS - icmusa 130 - 180  
                          com 7% icms    

“O rali de hoje teve como base os subsídios da Índia”, disse um corretor, referindo-se à falta de notícias do governo indiano quanto à política de exportações de açúcar do país.

Fontes disseram que os subsídios às exportações na Índia não serão renovados antes do final das eleições estaduais no país, no mês que vem.

Operadores afirmaram que o mercado se consolidou na terça e quarta-feira, depois de uma firme alta recente, com o rompimento de máximas nesta quinta gerando novo interesse dos fundos em compras.

O açúcar branco para dezembro avançou 5,70 dólares, ou 1,4%, para 399,00 dólares por tonelada.

 

SOYBEAN - SOJA
 

A soja opera estável e em campo misto nesta sexta-feira (23) na Bolsa de Chicago. Depois de uma semana agitada, os contratos novembro e janeiro perdiam 1 e 0,75 ponto, para US$ 10,72 e US$ 10,71 por bushel, enquanto o maio e o julho subiam 0,75 e 0,25 ponto, para serem cotados a US$ 10,55 e US$ 10,56. 

O mercado vem ajustando e corrigindo suas posições às vésperas do final de semana e também à espera de novas notícias que possam movimentar os preços de forma mais intensa. De qualquer forma, de acordo com analistas e consultores, a tendência de alta permanece diante de tantos fundamentos positivos. 

SOJA - CME - CHICAGO  
CONTRATO US$/bu Variação (cts/US$) Variação (%)  
ovembro/20 10,8375 10 0,93  
jan/21 10,81 8,75 0,82  
mar/21 10,675 8,75 0,83  
mai/21 10,615 6,5 0,62  
Última atualização: 18:40 (23/10)    

"Sendo véspera de final de semana, com a eleição presidencial americana a apenas alguns dias e o final do mês se aproximando, é possivel vermos uma postura defensiva e de proteção dos traders, com alguns querendo garantir parte dos lucros recentes. Isso em nada tira o suporte fundamental das commodities agrícolas, onde a tendência ainda é de alta no médio prazo. O momento portanto é técnico", explica Steve Cachia, consultor de mercado da Cerealpar e da TradeHelp.

E Cachia explica ainda que, com "o fator da forte demanda absorvido pelo mercado", uma mudança de direção dos preços só deve acontecer se a China parar de comprar nas próximas semanas. Assim, "o foco passa a ser o fenômeno La Niña e o efeito sobre as lavouras na América do Sul".

“A demanda externa continua a fornecer sinais de firmeza. Exportações semanais dos EUA: 2,25 milhões tons. (perto da máxima esperada). Enquanto isso, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reportou hoje as vendas de soja norte-americana para destinos desconhecidos por 132.000 t. e outros 152.404 t para o México. A previsão de chuvas limitadas para o Brasil continua a transmitir preocupação com o já adiado início do plantio (7% de corrente versus média histórica de 17%). Petróleo, óleo de palma e óleo de soja em ascensão deram suporte ao grão”, completa. 

  soja US$ 5,63  
         
  B3 (Bolsa)      
CONTRATO US$/sc R$/sc VAR  
nov/20 23,9 134,557 0,84%  
         
Última atualização: 15:21 (23/10)  
         

Na parte da tarde a sessão de soja levou a alguns retornos no final da sessão. “O grão fechou firme no final, mas foram brevemente no vermelho durante a tarde. Os futuros de farelo de soja também recuaram dos ganhos do meio-dia, mas mantiveram-se em ganhos de US$ 0,90 a US$ 3,60 no fechamento. O óleo de soja encerrou a sessão com 35 a 49 pontos mais alto”, indica. 

“A partir da atualização semanal de vendas de exportação, 2.226 MT de soja foram reservados na semana que terminou em 15/10. Cerca de 41% das vendas da semana foram previamente anunciadas através de anúncios diários obrigatórios. A China comprou 55% das vendas totais. Os compromissos acumulados com soja são de 76% das exportações projetadas pelo USDA, contra 38% no mesmo período do ano passado. Para o farelo de soja, 322k T foram reservados na semana que termina em 15/10. Isso foi no topo das estimativas, e 191% acima da mesma semana do ano passado. As vendas de óleo de soja ficaram acima do esperado, com 37.017 t reservados. A China foi a principal compradora de óleo de soja na semana, com 30% do total”, conclui.

  SOJA - PREMIO  
  CONTRATO VALOR  
  out/20 200  
  nov/20 210  
  fev/21 115  
  mar/21 85  
  Última atualização: 23/10/2020  
       

No Brasil, o preço da soja imitou o dia anterior no estado do Rio Grande do Sul e subiu apenas R$ 0,50/saca nesta sexta-feira, segundo informou a TF Agroeconômica. “Acreditamos ser significativo que os preços tenham se alterado muito pouco nesta sexta-feira, na semana em que o governo permitiu a importação de soja sem tarifas de importação de origens de fora do Mercosul. Isto não vai aliviar os preços, mas aumentar o volume, atendendo a necessidade das indústrias e descomprimindo o mercado, podendo, eventualmente, levar a certa estabilidade nos preços”, comenta. 

“Por isto os preços subiram apenas R$ 0,50/saca para R$ 166,50 no porto gaúcho de Rio Grande, para pagamento em 6 de novembro. Em Canoas o preço também subiu R$ 0,50 para R$ 166,00 para pagamento em 06 de novembro. Em Ijuí e em Cruz Alta subiram um real/saca para R$ 166,00, para final de novembro e em Passo Fundo também subiu mais R$ 0,50 para R$ 168,50, para final de novembro. Em Santa Rosa, os preços subiram R$ 0,50/saca para R$ 165,50/saca. Soja futura, o preço se manteve inalterada a R$ 139,60 entrega e pagamento em maio de 2021, o que equivale a R$ 134,00 no interior, no mercado de lote”, completa. 

INDICADOR DA SOJA ESALQ/BM&FBOVESPA - PARANAGUÁ  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
23/10/2020 164,23 0,06% 10,88% 29,18  
22/10/2020 164,13 2,92% 10,81% 29,32  
21/10/2020 159,47 -0,98% 7,66% 28,44  
20/10/2020 161,05 1,99% 8,73% 28,77  
19/10/2020 157,91 -0,96% 6,61% 28,18  
           

No Paraná, os preços se mantiveram inalterados, na média. “No mercado de balcão o preço oferecido ao agricultor na região de Ponta Grossa manteve-se em R$ 150,00. Na tabela nº 1 acima pode-se ver os preços para os produtores em outras praças. No mercado de lotes, para entrega em outubro o preço também se manteve em R$ 156,00/saca, em Ponta Grossa, pagamento meados de novembro. No interior dos Campos Gerais, porém, o preço subiu R$ 5,00/saca para R$ 165,00, retirada outubro, mas pagamento em janeiro”, informa. 

“Em Paranaguá a cotação do mercado disponível permaneceu inalterado a R$ 154,00, entrega no mês e pagamento final de outubro, cotação apenas nominal, porque não há negócios. Para a safra 2021, o preço subiu R$ 2,00/saca para $ 135,00/saca, em Ponta Grossa, entrega e pagamento abril/abril e R$ 137,00 em Paranaguá para entrega em março e pagamento em abril de 2021”, conclui. 

               
               
Preço soja referência (chicago ):$/MT 475,37   23/out    
               
Preço Brasil - esalq - Paranaguá: $/MT 486,18   23/out    
               
Preço Brasil - MI - Paranaguá: $/MT 473,65   23/out    
PREÇO REFERÊNCIA FAS PARANAGUÁ NET.  Preço Brasil MI = R$ 160 por saca    
               

 


 

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários