Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Análise diaria mercado agricola milho soja açucar

Publicado em 09/10/2020 Editoria: AgroNews Comente!


CORN - MILHO 

Os preços internacionais do milho futuro seguem em alta na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta sexta-feira. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 3,00 e 4,50 pontos por volta das 12h05 (horário de Brasília).

“Os produtores brasileiros de soja estão plantando em solos extremamente secos, o que poderia reduzir a produtividade, devido à contínua falta de chuvas. Na Argentina, o estresse está crescendo na metade norte dos cinturões de milho e trigo do país”, disse o Commodity Weather Group em um relatório.

miho  
       
  B3 (Bolsa)    
nov/20 70,94 -0,11%  
jan/21 70,8 -0,62%  
mar/21 70,4 0,44%  
mai/21 65,9 0,00%  
Última atualização: 15:35 (09/10)  
   

Os preços futuros do milho perderam força nesta manhã de sexta-feira (09) na Bolsa Brasileira (B3). Após abrir o dia em alta, as principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,61% e 2,06% por volta das 12h14 (horário de Brasília).

O dólar em baixa ante ao real pressionou os contratos do cereal brasileiro que recuaram após ultrapassar o patamar dos RS 70,00. Por volta das 12h22 (horário de Brasília), a moeda americana caia 1,27% e era cotada à R4 5,53.

O mercado de milho brasileiro está no último quadrimestre da safra velha, com disponibilidade apertada, aponta a equipe de analistas da Consultoria TF Agroeconômica. De acordo com os especialistas, isso provoca um estado de “grande escassez de matéria-prima para o período daqui até a entrada da nova safa de verão, em janeiro no Rio Grande do Sul e fevereiro no Mato Grosso do Sul”. 

INDICADOR DO MILHO ESALQ/BM&FBOVESPA (Mercado)  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
08/10/2020 67,55 0,43% 6,16% 12,09  
07/10/2020 67,26 2,72% 5,70% 11,97  
06/10/2020 65,48 0,18% 2,91% 11,69  
05/10/2020 65,36 0,94% 2,72% 11,75  
02/10/2020 64,75 0,83% 1,76% 11,45  

Segundo eles, são de três a quatro meses de “forte demanda do setor de carnes, sem a disponibilidade adequada, o que deverá provocar firmeza nos mercados. Esta situação de aperto na oferta do milho disponível e atraso no plantio do milho de verão, devido à atual falta de chuvas, poderão manter os preços elevados a curto, médio e longo prazos”.

“Os preços do mercado físico atingiram R$ 70,50/saca em três das principais cidades compradoras de milho de Santa Catarina, Concórdia e Joaçaba e R$ 72,00 no Espírito Santo, exatamente como previmos. Acreditamos que haja espaço para subir um pouco mais”, projetam os analistas.

 

SUGAR - AÇUCAR 

Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE fecharam em alta depois de atingirem uma máxima de sete meses, impulsionados por compras por fundos em meio a notícias que indicaram clima adverso em importantes países produtores.

O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 0,03 centavo de dólar, ou 0,2%, a 14,17 centavos de dólar por libra-peso, depois de avançar a até 14,22 centavos, maior nível desde 2 de março.

               
  INDICADOR DO AÇÚCAR CRISTAL ESALQ/BVMF - SANTOS  
    VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$    
  08/10/2020 90,71 0,52% 2,47% 16,23    
  07/10/2020 90,24 0,10% 1,94% 16,07    
  06/10/2020 90,15 1,07% 1,84% 16,1    
  05/10/2020 89,2 -0,36% 0,77% 16,04    
  02/10/2020 89,52 0,26% 1,13% 15,82    
  Nota: Reais por saca de 50 kg, com ICMS (7%) .        
    media R$ 89,96        
    valor saco $ 16,24        
    valor ton $ 324,78  porto santos - FAS - icmusa 130 - 180  
                            com 7% icms    
               

Operadores disseram que fundos seguem aumentando as posições compradas diante do cenário de clima adverso no Brasil.“Por enquanto, o caminho de menor resistência continua sendo o de altas. Porém, alertamos que a reversão dessas máximas pode ser bem desagradável”, disse o analista Tobin Gorey, do Commonwealth Bank of Australia, acrescentando que os fundos podem chegar em breve à capacidade limite de risco e interromper as compras.

O açúcar branco para dezembro avançou 1,70 dólar, ou 0,4%, para 385,80 dólares a tonelada.

Operadores aguardam dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) sobre a segunda quinzena de setembro, que devem ser divulgados nos próximos dias.

Uma pesquisa com analistas conduzida pela S&P Global Platts indicou a produção no período em 2,88 milhões de toneladas, alta de 60,8% na comparação anual.


SOYBEAN -  SOJA 

A Bolsa de Chicago (CBOT) registrou altas nos principais contratos futuros da soja na manhã desta sexta-feira (9). De acordo com o site Successful Farming, o salto nos preços ocorreu devido ao clima global adverso e à demanda contínua por suprimentos dos EUA.

Por volta de 13h10 (horário de Brasília), os futuros da soja subiam entre 13 e 16 pontos, suas máximas e superando os US$ 10,60 nas posições mais negociadas. O novembro negociado a US$ 10,64 e o maio/21, US$ 10,32 por bushel.

SOJA - CME - CHICAGO  
CONTRATO US$/bu Variação (cts/US$) Variação (%)  
nov/20 10,65 15,5    
jan/21 10,65 17,5    
may/21 10,42 25    
jul/21 10,44 25,5    
Última atualização: 15:19 (09/10)    
         

A alta ocorria logo após o  USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) ter reportado seu novo boletim mensal de oferta e demanda reduzindo as safra de soja do país. Os números atuais, vieram abaixo das  expectativas do mercado e as cotações sobem expressivamente na Bolsa de Chicago. 

A produção norte-americana 2020/21 de soja foi estimada em 116,16 milhões de toneladas, contra 117,38 milhões de toneladas em setembro. O mercado esperava algo em torno de 116,75 milhões de toneladas. A produtividade foi mantida em 58,17 sacas por hectare, contra 58,17  do boletim de setembro.

Os estoques finais de soja da nova safra foram estimados em 7,89 milhões de toneladas, contra 12,52 milhões do mês passado. A média das expectativas era de 9,8 milhões. O esmagamento e as exportações de soja dos EUA 59,33 ( mantido) e 59,87 ( em alta) milhões de toneladas respectivamente. 

  soja US$ 5,54  
         
  B3 (Bolsa)      
CONTRATO US$/sc R$/sc VAR  
nov/20 23,53 130,3562 1,64%  
         
Última atualização: 15:21 (08/10)  

A produção mundial de soja reduziu, ficando em 368,5 milhões de toneladas, contra 369,74 milhões de setembro. Os estoques finais mundiais passaram de 93,59 para 88,7 milhões de toneladas. Bem abaixo da média esperada pelo mercado que era de 91,3 milhões de toneladas.

A safra do Brasil foi estimada em 133 milhões de toneladas, o mesmo valor divulgado no boletim do mês passado.  O USDA também manteve a safra da Argentina em 53,5 milhões de toneladas

A comercialização de soja 2020/21 do Brasil alcançou 52,9% da produção esperada, informou a consultoria Safras & Mercado nesta sexta-feira, um avanço de 3,6 pontos percentuais em relação levantamento de setembro e fortemente acima da média de anos anteriores.

Um ano antes, a negociação da oleaginosa 2019/20 envolvia 25,8%, enquanto a média para o período é de 25,4%, disse a consultoria.

SOJA - PREMIO  
CONTRATO VALOR  
out/20 200  
nov/20 195  
fev/21 95  
mar/21 65  
Última atualização: 08/10/2020  
     

Levando-se em conta uma safra estimada em 132,17 milhões de toneladas, o total de soja já negociado é de 69,87 milhões de toneladas, em meio a um dólar favorável à exportação e demanda aquecida no mercado internacional, puxada pela China.

Já a venda do grão da safra passada, colhido neste ano, subiu de 97,9% no início de setembro para 98,4%.

"A comercialização está acelerada na comparação com o ano anterior (2018/19), quando o índice era de 92%, e também supera a média normal para o período, de 90,6%", acrescentou.

Com a safra projetada em 125,34 milhões de toneladas, o total já negociado por parte dos produtores chega a 123,38 milhões de toneladas.

As altas dos preços da soja no Rio Grande do Sul não têm nada mais a ver com Chicago nem com o dólar, mas tudo a ver com a forte demanda por farelo e óleo no mercado interno, afirmou a TF Agroeconômica. Isso porque, no que se refere ao mercado, o preço da soja no porto gaúcho de Rio Grande o preço da soja subiu mais R$ 1,50/saca para R$ 153,50/saca (só Bianchini, porque a Bunge está recebendo soja uruguaia), para pagamento em 6 de novembro. 

               
  Preço soja referência (chicago ):$/MT 462,97   09/out  
               
  Preço Brasil - esalq - Paranaguá: $/MT 480,99   09/out  
               
  Preço Brasil - MI - Paranaguá: $/MT 481,35   09/out  
  PREÇO REFERÊNCIA FAS PARANAGUÁ NET.  Preço Brasil MI = R$ 160 por saca  

“Em Canoas, o preço também subiu R$ 1,50 para R$ 154,50 para pagamento em 06 de novembro. Em Ijuí e em Cruz Alta o preço manteve a alta do dia anterior R$ 155,00, para final de outubro. O preço também permaneceu inalterado a $ 155,00 em Passo Fundo, para final de novembro. Mas saíram negócios em outras regiões (como Santa Rosa), a até R$ 160,00 para final de dezembro”, comenta. 

No Paraná, os preços recuam até R$ 5,00/saca. “No mercado de balcão o preço oferecido ao agricultor na região de Ponta Grossa manteve o preço do dia anterior aR$ 145,00. No mercado de lotes, para entrega em setembro o preço recuou mais R$ 5,00/saca para R$ 150,00/saca, em Ponta Grossa, pagamento meados de novembro. No interior dos Campos Gerais o preço também recuou    mais R$ 2,00/saca para R$ 153,00, retirada outubro, pagamento em novembro”, completa. 

“Em Paranaguá a cotação do mercado disponível recuou R$ 3,00/saca para R$ 160,00, entrega no mês e pagamento final de outubro. Já para a safra 2021, o preço recuou um real/saca para R$ 130,00/saca, em Ponta Grossa, entrega e pagamento abril/abril”, conclui a TF Agroeconômica, praticamente no encerramento desta semana. 

INDICADOR DA SOJA ESALQ/BM&FBOVESPA - PARANAGUÁ  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$ p
08/10/2020 159,88 0,41% 7,94% 28,61  
07/10/2020 159,22 2,30% 7,49% 28,35  
06/10/2020 155,64 -0,24% 5,08% 27,79  
05/10/2020 156,02 2,74% 5,33% 28,06  
02/10/2020 151,86 -0,25% 2,52% 26,84  
           

 

 

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários