Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Análise diaria mercado agricola milho soja açucar

Publicado em 14/09/2020 Editoria: AgroNews Comente!


CORN - MILHO

Os preços futuros do milho seguem subindo na Bolsa Brasileira (B3) nesta segunda-feira (14). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,70% e 1,17% por volta das 11h49 (horário de Brasília). 

O vencimento setembro/20 fechou em  R$ 59,15 com alta de 0,61%, o novembro/20 fechou em R$ 59,96 com valorização de 0,28%, o janeiro/21 por R$ 60,40 com elevação de 1,00% e o março/21 em R$ 60,00 com ganho de 0,76%.

miho  
       
  B3 (Bolsa)    
set/20 59,15 0,61%  
nov/20 59,96 0,28%  
jan/21 60,4 1,00%  
mar/21 60 0,76%  
   
Última atualização: 16:21 (14/09)  

A semana começa agitada para o mercado de grãos no Brasil e o preço do milho voltou a ganhar força. O contrato novembro, por exemplo, subiu 1,81% na última sexta-feira e atingiu seu maior valor desde 31 de agosto, R$ 59,78 a saca. Isto ocorre devido à grande falta que este cereal faz no Rio Grande do Sul, que teve uma quebra de 31,8% da safra passada, quando colheu apenas 3,9 milhões de toneladas, contra 5,8 MT colhidas no ano anterior e uma necessidade ao redor de 7,3 MT para seu consumo interno. Logo, não será espanto se o preço do milho atingir R$ 70,00 ou mais nos meses de outubro e novembro próximo.

Já, no mercado físico o menor interesse de compradores, que indicam ter estoques para o curto prazo, tem pressionado os valores do milho na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea.Mas, fechou a 2. feira no campo positivo, seguindo o mercado futuro.

INDICADOR DO MILHO ESALQ/BM&FBOVESPA (Mercado)  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
14/09/2020 59,7 1,20% -2,53% 11,31  
11/09/2020 58,99 1,04% -3,69% 11,06  
10/09/2020 58,38 0,40% -4,69% 10,98  
09/09/2020 58,15 -0,84% -5,06% 10,99  
08/09/2020 58,64 -0,71% -4,26% 10,94  
           

Conforme o boletim informativo do Cepea, na praça de Campinas (SP), base do Indicador ESALQ/BM&FBovespa, a saca de 60 kg do milho registrou queda de 0,12% entre 4 e 11 de setembro, fechando a R$ 58,99 nessa sexta-feira, 11 – no acumulado de setembro (até o dia 11), a baixa é de 3,69%.

Porém, especificamente no final da semana passada, os valores subiram, devido à retração dos produtores, que estiveram resistentes nas negociações envolvendo grandes lotes. No Sul, a falta de chuvas já preocupa agentes quanto ao desenvolvimento da temporada de verão.

SUGAR - AÇUCAR

Os contratos futuros do açúcar fecharam em alta na bolsa de Nova York na última sexta-feira (11). A alta, mesmo que tímida, reverteu uma baixa que atingiu o menor patamar em mais de 45 dias, segundo analistas.

Para o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa, "consumo menor de açúcar (no mundo), petróleo em baixa no mercado internacional, a demanda de combustíveis definhando no mundo devido à recessão global e um enorme contingente de pessoas trabalhando remotamente, no meio desse conjunto de eventos, torna-se difícil entrever o mercado de açúcar negociando acima de 14 centavos de dólar por libra-peso, mesmo porque, perto desse nível, a Índia se torna um vendedor competitivo no mercado internacional, pronta para descarregar até 6 milhões de toneladas de açúcar"

  INDICADOR DO AÇÚCAR CRISTAL ESALQ/BVMF - SANTOS
    VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
  14/09/2020 85,83 -0,20% 0,82% 16,26  
  11/09/2020 86 0,56% 1,02% 16,12  
  10/09/2020 85,52 -1,25% 0,46% 16,09  
  09/09/2020 86,6 0,96% 1,73% 16,37  
  08/09/2020 85,78 0,05% 0,76% 16,01  
  Nota: Reais por saca de 50 kg, com ICMS (7%) .      
    media R$ 85,95      
    valor saco $ 16,30      
    valor ton $ 326,05  porto santos - FAS - icmusa 130 - 180
                            com 7% icms  
             

Na sexta-feira os contratos do açúcar na Ice, vencimento outubro/20, foram firmados em 11,92 centavos de dólar por libra-peso, pequena variação positiva de 1 ponto no comparativo com a véspera. Já os contratos para março/21 foram firmados em 12,60 cts/lb, alta de 2 pontos. As demais telas subiram entre 1 e 4 pontos.

A queda de produção na Índia e Tailândia abriu novos mercados para o Brasil para o açúcar brasileiro. Em valores absolutos incremento de US$ 418,81 milhões. Foram exportados em agosto US$ 960 milhões, com alta de 107%.

No mercado interno o açúcar cristal fechou a semana em alta pelo indicador Cepea/Esalq, da USP, com a saca de 50 quilos negociada na sexta-feira em R$ 86,00, valorização de 0,56% no comparativo com a véspera.

 

SOYBEAN - SOJA

A semana começa com os preços da soja trabalhando na casa dos US$ 10,00 por bushel nesta segunda-feira (14) na Bolsa de Chicago. Por volta de 7h30 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa subiam entre 3,25 e 5 pontos nos principais vencimentos, levando o novembro a US$ 9,99, o março/21 a US$ 10,01 e o maio/21 a US$ 10,00Com a queda da produtividade da safra americana, houve uma diminuição para safra, o que não quer dizer que essa seja uma safra ruim, porém, causa preocupação no país, e pode haver novas quedas. A possibilidade de La Niña na América do Sul também traz preocupações e o mercado tenta prever isso. A China está comprando soja dos Estados Unidos e influencia nas cotações, cenário que evidencia um progresso na fase 1 do acordo comercial entre os países.

 

 

           
  SOJA - CME - CHICAGO  
  CONTRATO US$/bu      
  set/20 10,1925 13,75 1,37  
  nov/20 9,995 3,5 0,35  
  jan/21 10,0325 4 0,4  
  mar/21 10,02 5,25 0,53  
  Última atualização: 16:02 (14/09)    

 

Com uma safra menor vinda dos EUA, as compras da China no mercado norte-americano seguem fortes e acabam por ter um impacto ainda maior sobre o andamento das cotações na CBOT. Assim, os traders esperam que a semana seja, mais uma vez, marcada pelos anúncios diários do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) de novas operações para a nação asiática. 

 

Hoje foram anunciadas vendas para o gigante asiático de 262.000 tons e outras 222.000 tons para destinos desconhecidos. Por sua vez, o relatório de Exportações Semanais dos EUA indicou uma tonelagem de 3,1 milhões de tons. (vs 1,1 – 1,9 milhões esperados). Além disso, as expectativas de maiores exportações de carne suína para a China são geradas diante da confirmação de casos de febre africana na Alemanha.

 

 

  SOJA - PREMIO  
  CONTRATO VALOR  
  set/20 160  
  out/20 160  
  nov/20 155  
  mar/21 52  
  Última atualização: 11/09/2020  

 

A produção mundial de soja foi revisada para menos, ficando em 369,74 milhões de toneladas, contra 370,4 milhões de agosto. Os estoques finais mundiais passaram de 95,36 a 93,59 milhões de toneladas. 

 

O mercado da soja está nas mãos dos Fundos em Chicago que já se posicionam com quase 200 mil contratos comprado, ou seja,preços também são influenciados por fundos que não compram e nem vendem soja e podem impactar no preço do dia para a noite, fazendo a soja do Brasil perder toda a sua atratividade e causar perdas para produtores.

 

As importações de soja pela União Europeia e Reino Unido na temporada 2020/21, que começou em 1º de julho, totalizaram 3,02 milhões de toneladas até 13 de setembro, mostraram dados oficiais da UE nesta segunda-feira.

O volume representa alta de 3% ante igual período de 2019/20, segundo os dados.As aquisições de canola pela UE chegaram a 1,27 milhão de toneladas, queda de 21% em relação a 2019/20.

 

A safra do Brasil foi corrigida para mais e foi estimada em 133 milhões de toneladas, contra 131 milhões do boletim do mês passado. Por outro lado,  A exportação de soja do Brasil deve atingir 82,5 milhões de toneladas neste ano, ante 81 milhões de toneladas na projeção do mês anterior, afirmou a consultoria Safras & Mercado nesta segunda-feira. O volume ainda ficaria abaixo do recorde histórico de 83,26 milhões de toneladas, registrados. A  elevação na projeção para as exportações em 2020 causa  queda nos estoques finais do ano, que  agoraestão  projetados abaixo de 500 mil toneladas.

.

A exportação de soja do Brasil no ano que vem deve somar também 82,5 milhões de toneladas, versus 83 milhões na projeção anterior.

 

 

               
Preço soja referência (chicago ):$/MT 433,30   14/set    
               
Preço Brasil - esalq - Paranaguá: $/MT 430,99   14/set    
               
Preço Brasil - MI - Paranaguá: $/MT 458,40   14/set    
PREÇO REFERÊNCIA FAS PARANAGUÁ NET.  Preço Brasil MI = R$ 145 por saca    
               

 

Confirmação de menor oferta nos EUA, demanda chinesa forte e La Niña na safra Sul Americana contribuem para forte alta da soja.

 

A Datagro estima que a comercialização da safra de soja 2020/21 do Brasil, que começa a ser semeada neste mês, atinja 46,7% da produção, ou 61,45 milhões de toneladas. "O comprometimento da safra nova supera o último recorde do mesmo período do ano anterior (24,5%), além de 2016, com 21,8%, e a média de cinco anos (22,1%), acompanhando cenário favorável de preço nas últimas semanas", diz consultoria em nota.

Segundo o coordenador da Datagro Grãos, Flávio Roberto de França Junior, as vendas começaram em agosto do ano passado, aproveitando os movimentos da taxa de câmbio.

 

A consultoria diz que o comprometimento pelos produtores atingiu 96,6% da produção no dia 4 de agosto, totalizando 121,68 milhões de toneladas. "Um avanço de pouco mais de dois pontos percentuais sobre o último mês, mas com total vendido bem acima do recorde de 2018 (89,2%), das vendas em 87% da safra passada e também da média histórica (86,8%)", disse a Datagro.

 

 

  soja US$ 5,272  
         
  B3 (Bolsa)      
CONTRATO US$/sc R$/sc VAR  
nov/20 22 115,984 1,71%  
         
Última atualização: 14:28 (14/09)  

 

No mês de agosto o Brasil voltou a registrar crescimento nas exportações do agronegócio. Seguiram para fora US$ 8,91 bilhões em produtos. Isso representa uma alta de 7,8% em relação ao mesmo mês do ano passado quando foram exportados US$ 8,26 bilhões. Os números foram divulgados pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura.

 

O aumento ocorreu em função da quantidade dos produtos exportados, que registrou elevação de 16,5%. O crescimento foi de US$ 646,24 milhões em valores absolutos. O agronegócio representou mais de 50% na participação das exportações totais do país. Em agosto de 2019 o setor respondia por 42%. 

 

Na soja foram US$ 2,21 bilhões, uma alta de 25,1%. Em valores absolutos foram contabilizados US$ 443,11 milhões a mais entre agosto de 2019 e 2020. A  China comprou perto de 75% desse total, o que representou US$ 1,65 bilhão.

 

O indicador do Cepea para o Porto de Paranaguá (PR) voltou a se aproximar do recorde histórico e ficou cotado a R$ 137,40 a saca.

 

O preço oferecido pelas indústrias no porto gaúcho de Rio Grande continuou a R$ 137,50/saca.  No interior os preços da soja foram cotados a R$ 139,50 em Canoas, mantiveram-se em R$ 139,00 no entroncamento ferroviário de Cruz Alta e em Ijuí e se mantiveram inalterados em Passo Fundo a R$ 140,00 para final de setembro. Para maio de 2021 os preços também continuaram a R$ 119,00/saca, no porto”

 

 

  INDICADOR DA SOJA ESALQ/BM&FBOVESPA - PARANAGUÁ  
    VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
  14/09/2020 136,33 -0,78% -1,04% 25,83  
  11/09/2020 137,4 1,16% -0,26% 25,76  
  10/09/2020 135,83 -0,62% -1,40% 25,55  
  09/09/2020 136,68 1,12% -0,78% 25,84  
  08/09/2020 135,17 0,81% -1,88% 25,22  

 

No Mato Grosso do Sul, com pouca disponibilidade foram registradas poucas vendas.

 

No Mato Grosso do Sul foram negociadas da safra 2019/20 apenas 15.000 tonelada no mercado spot, a R$ 135,00/saca na região de Dourados. Da safra 2020/21 foram negociadas outras 15.000 toneladas a R$ 105,00/saca. Da safra 2021/22, mercado permaneceu quieto.

 

O mercado para a safra de soja de 2019/2020 esteve bem travado, tendo sido negociado apenas 5.000 toneladas, bem longe dos grandes volumes dos meses anteriores. Estoque baixo deixou o mercado muito especulado pelo vendedor. Para embarque outubro/20 e pagamento em 72 h o preço foi de R$ 130,00/saca. Para embarque em novembro 20 com pagamento dentro do mês, em Campo Verde e Primavera do Leste, o preço oferecido foi de R$132,00

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários