Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Análise diaria mercado agricola milho soja açucar

Publicado em 09/09/2020 Editoria: AgroNews Comente!


Informações da agência internacional dão conta ainda de que as principais regiões produtoras de soja e milho do nordeste da China foram devastadas por três tufões em menos de 15 dias, alagando campos e dificultando o transporte. E mais chuvas estão previstas para os próximos dias.

Dessa forma, a expectativa é de que as importações deste ano - que contabilizando o que já foi importado entre EUA e Ucrânia chega a 10 milhões de toneladas - possa alcançar as 20 milhões, principalmente se os preços do cereal norte-americanos permaneceram competitivos, de acordo com analistas ouvidos pela Bloomberg. 

Oportunidade de exportação de milho da Argentina e Brasil caso tenhamos preços competitivos. Ou mesmo orginador da Ucrânia onde milho é muito competitivo e frete é muito mais baixo.

No Brasil, a demanda por carnes continua forte, a demanda milho em grão para exportação continua forte e tudo isto pressiona os estoques e quebra o tênue equilíbrio entre oferta e demanda no Brasil. E ainda faltam 5 meses para entrar a safra de verão no Sul do país, com preços subindo no físico”

Os preços futuros do milho perderam força na Bolsa Brasileira (B3) nesta quarta-feira (09). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,35% e 1,73% por volta das 16h21 (horário de Brasília).

A pouca disponibilidade de produto ainda indica viés de alta a médio e longo prazos no Brasil, que poderá ou não ser parcialmente compensada com milhos importados isentos de TEC.

miho  
       
  B3 (Bolsa)    
CONTRATO R$/sc VAR  
set/20 57,44 -1,73%  
nov/20 57,72 -1,25%  
jan/21 57,9 -0,53%  
mar/21 57 -0,35%  
Última atualização: 16:21 (09/09)                        

 

INDICADOR DO MILHO ESALQ/BM&FBOVESPA (Mercado)  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
09/09/2020 58,15 -0,84% -5,06% 10,99  
08/09/2020 58,64 -0,71% -4,26% 10,94  
04/09/2020 59,06 -0,08% -3,58% 11,13  
03/09/2020 59,11 -2,07% -3,49% 11,17  
02/09/2020 60,36 -0,92% -1,45% 11,27  

SUGAR - AÇUCAR

A Índia deve manter seus subsídios à exportação de açúcar pelo terceiro ano consecutivo, em uma tentativa de reduzir excessos de estoques e para garantir que os preços domésticos não caiam abaixo de um nível de referência do governo, disseram à Reuters três fontes envolvidas nas discussões.

A Índia aprovou um subsídio às exportações de 10.448 rúpias (142,20 dólares) por tonelada na temporada 2019/20, que termina em 30 de setembro, em um movimento que ajudou usinas do país a exportarem um recorde de 5,5 milhões de toneladas.

As cotações do açúcar cristal continuam em elevação no mercado spot paulista. Conforme indicam dados do Cepea, de 31 de agosto a 8 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, registrou avanço de 0,76%, a R$ 85,78/saca de 50 kg nessa terça-feira, 8. Ainda que o preço do açúcar demerara negociado na Bolsa de Nova York (ICE Futures) tenha seguido em queda na semana passada, usinas paulistas mantiveram-se firmes nos valores. Diante desse cenário, alguns compradores preferiram ficar fora das negociações, mas, ainda assim, houve melhora na liquidez na última semana.

Em decorrência da perspectiva de oferta apertada e demanda crescente na próxima safra global, que começa em outubro, os preços do açúcar na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) podem ficar entre 13 centavos e 14 centavos de dólar por libra-peso, projeta o Itaú BBA. Em relatório mensal de commodities, o banco afirma: "Os principais países consumidores tendem continuar a manter as compras e estoques em níveis razoáveis, notadamente aqueles países com baixo poder aquisitivo e que ainda enfrentam problemas com a crise gerada pela covid-19, recorrendo a fontes alimentícias baratas como o açúcar".

INDICADOR DO AÇÚCAR CRISTAL ESALQ/BVMF - SANTOS  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$    
09/09/2020 86,6 0,96% 1,73% 16,37    
08/09/2020 85,78 0,05% 0,76% 16,01    
04/09/2020 85,74 0,33% 0,72% 16,16    
03/09/2020 85,46 0,08% 0,39% 16,15    
02/09/2020 85,39 0,27% 0,31% 15,94    
Nota: Reais por saca de 50 kg, com ICMS (7%) .        
  media R$ 85,79        
  valor saco $ 16,23        
  valor ton $ 324,55  porto santos - FAS - icmusa 130 - 180  
                          com 7% icms    

SOYBEAN - SOJA

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) informou novas vendas de soja nesta quarta-feira (9). Foram 370 mil toneladas no total, com 238 mil toneladas para a China e 132 mil para destinos não revelados. Com esse montante, o volume na semana chega a 1,034 milhão de toneladas de soja, com a nação asiática como principal destino. 

A China está apenas adiantando carregamentos dos EUA e poderá se voltar para o Brasil novamente, de acordo com o que afirmou a T&F Consultoria Agroeconômica. Segundo os analistas, um novo conflito poderá gerar novas tarifas americanas sobre produtos chineses, com a consequente retaliação do país asiático, ou algo do gênero, como ocorreu em abril de 2019. 

Nossa leitura é que a China está tirando dos EUA toda a soja que pode antes das eleições porque, se Trump voltar a ganhar, a Trade War poderá recomeçar. E, se isto acontecer, o Brasil será de novo o grande beneficiado. Em agosto, as importações chinesas de soja totalizaram 9,6 milhões/t, 4,8% abaixo de julho e 1% acima dos 9,48 milhões/t do mesmo mês do ano passado. Nos primeiros oito meses de 2020, as importações somaram 64,74 milhões/t, volume 15% superior ao mesmo período do ano anterior. Na quarta-feira, 9, a estatal chinesa Sinograin leiloará 95.400/t de soja doméstica”

SOJA - CME - CHICAGO  
CONTRATO US$/bu VAR(cents./US%) VAR (%)  
set/20 9,7975 6,75 0,69  
nov/20 9,7875 5,75 0,59  
jan/21 9,8325 5 0,51  
mar/21 9,8125 4,25 0,44  
Última atualização: 16:01 (09/09)    
SOJA - PREMIO  
CONTRATO VALOR  
set/20 160  
out/20 160  
nov/20 155  
mar/21 52  
Última atualização: 08/09/2020  

 

               
Preço soja referência (chicago ):$/MT 418,79   04/set    
               
Preço Brasil - esalq - Paranaguá: $/MT 430,87   04/set    
               
Preço Brasil - MI - Paranaguá: $/MT 409,81   04/set    
PREÇO REFERÊNCIA FAS PARANAGUÁ NET.  Preço Brasil MI = R$ 133 por saca    

A necessidade do país é grande e continua crescendo, motivada principalmente pela recomposição dos planteis chineses, passado o momento mais severo de pico da Peste Suína Africana. 

Ao lado do consumo maior na China, há ainda preocupações entre os produtores chineses com o clima e as perspectivas de que a colheita de milho seja insuficiente para atender à demanda crescente. Chuvas intensas chegaram a importantes regiões produtoras provocaram danos bastante severos e perdas irreversíveis, especialmente nas províncias mais a Nordeste do país.

Informações da agência internacional dão conta ainda de que as principais regiões produtoras de soja e milho do nordeste da China foram devastadas por três tufões em menos de 15 dias, alagando campos e dificultando o transporte. E mais chuvas estão previstas para os próximos dias.

Em relação aos subprodutos do mercado internacional, no porto chinês de Dallian a soja recuou para US$ 688,44 contra US$ 706,87 do dia anterior; o farelo de soja avançou para US$ 430,66, como os US$ 427,05 do dia anterior e o óleo de soja avançou para US$ 1003,95 como os US$ 985,67 do dia anterior. 

         
  soja US$ 5,287  
         
  B3 (Bolsa)      
CONTRATO US$/sc R$/sc VAR  
nov/20 21,59 114,14633 0,79%  
Última atualização: 14:42 (09/09)  
         

A safra de soja do Brasil 2020/21 foi estimada nesta sexta-feira em recorde de 131,7 milhões de toneladas, o que seria um crescimento de quase 6% ante o número da temporada anterior revisado para cima pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no mês passado, de acordo com pesquisa da Reuters. A soja é o principal produto de exportação do Brasil, líder global no mercado da oleaginosa.

A área plantada histórica e o otimismo com a safra acontecem em uma temporada em que o setor registra recordes antes do plantio, como no caso do ritmo de vendas antecipadas e rentabilidade esperada.

"Isso se explica pelo forte volume de vendas antecipadas, o maior da história, e pela alta rentabilidade, a maior da história", disse o analista da IHS Markit Aedson Pereira, que tem as maiores projeções entre as consultorias pesquisadas.

Em Sorriso, grande produtor de soja de Mato Grosso, com um custo de 54 sacas por hectare, produtividade de 61 sacas por hectares e um preço futuro a 100 reais por saca, a margem obtida é de 46,7%. "Tudo vai depender do clima, pois pelo preço as coisas estão ótimas."

Na véspera, a consultoria Céleres afirmou à Reuters que aumentou a previsão de safra, para 131,4 milhões de toneladas, citando que "a elevada competitividade da soja limitará a expansão de área com milho no verão".

Sobre o recorde de vendas antecipadas, a consultoria Safras & Mercado divulgou uma atualização que coloca a produção vendida em 65 milhões de toneladas, ou quase 50% do total estimado.

O volume comercializado antecipadamente é superior à safra do terceiro maior produtor global, a Argentina, que deve colher 53,5 milhões de toneladas, segundo avaliação do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

INDICADOR DA SOJA ESALQ/BM&FBOVESPA - PARANAGUÁ  
  VALOR R$ VAR./DIA VAR./MÊS VALOR US$  
09/09/2020 136,68 1,12% -0,78% 25,84  
08/09/2020 135,17 0,81% -1,88% 25,22  
04/09/2020 134,08 -1,90% -2,67% 25,27  
03/09/2020 136,68 0,08% -0,78% 25,84  
02/09/2020 136,57 -0,47% -0,86% 25,5  

A partir de agora, com quase metade da safra 2020/21 comprometida e 98% da produção colhida em 2019/20 também já comercializada, a tendência é que as cotações da oleaginosa se mantenham sustentadas até a colheita, devido à restrição na oferta.

Com a maior parte dos embarques de soja já realizados nos últimos meses, o Brasil poderá exportar mais 3 milhões de toneladas da oleaginosa até o fim do ano.

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários