Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Recado aos jovens!

Publicado em 11/09/2020 Editoria: Artigos Comente!


 RECADO AOS JOVENS

                (década de 1980)                 

Meu caro jovem,

Não pretendo lhe dar conselhos, mas gostaria que você lesse atentamente o que tenho a dizer. Talvez estes cinco minutos de reflexão o ajudem a traçar um rumo para sua vida. Talvez você se encontre naquela encruzilhada em que pensa, hesita, considera palpite de todo mundo e não sabe qual profissão escolher. Não sabe para qual curso prestar vestibular. E daí você pensa numa porção de alternativas. Vamos analisá-las.

 Se você não gosta muito de estudar, a primeira coisa que lhe vem à cabeça é um curso fácil, pouco disputado, daqueles para o qual será fatalmente aprovado, bastando não zerar em nenhuma disciplina. E você já se vê trocando pela faculdade o colégio tradicional, onde passou grande parte de sua vida "alisando os bancos" sem muita convicção, só porque não poderia ficar eternamente meio analfabeto. Foi levando, empurrando com a barriga, reprovando aqui, pegando uma recuperação ali, o pai ameaçando botá-lo a trabalhar em qualquer subemprego, para você valorizar o suado dinheirinho que ele lhe dá. Se seu pai é mais abastado, poderá até lhe dar um carrinho como recompensa pelo seu "esforço"... se você passar no vestibular.

 Se você é bom aluno e nunca reprovou, se foi aprovado por média ano após ano, o caso já muda de figura. A sua família cresce o olho e diz que você se sairia muito bem até num vestibular para Medicina. Bárbaro, um filho médico, carreira brilhante, estaria rico em poucos anos. Ou quem sabe Engenharia? ou Odontologia? ou Direito? Mas Direito não, dirão alguns, advogados há por aí vendendo pipoca, o mercado está saturado.

Está saturado, sim, mas de gente incompetente, que não faz nada para um mundo melhor; de gente desmotivada, que reclama do empreguinho que tem, mas sem ele morre de fome. Se você é bom como pretende ser, você encara qualquer concurso e conquista uma boa colocação, estável e bem remunerada. Ou vai trabalhar por conta própria, sem medo da concorrência O que não é nada lúcido é reclamar e não fazer coisa alguma para mudar a situação e querer ficar rico fazendo algo de que não gosta. E quem tem de gostar do que vai fazer depois de formado é você, não os seus pais, avós, tios, noiva ou noivo e o escambau. Por isso, preste muito mais atenção daqui para diante, neste nosso papo.

  Costuma-se inverter a ordem das coisas quando se pensa numa profissão, pondo em primeiro plano o quanto se quer ganhar com o trabalho. Não é por aí. Você tem de gostar do que faz para fazê-lo sem dor, sem considerar o trabalho um castigo. Assim agindo, o dinheiro será uma consequência inevitável. Veja, por exemplo, o dono da Mormaii, o Morongo. Ele é um médico gaúcho que adorava surfar em Garopaba. Um dia, acidentalmente, ele ficou sem sua roupa de neoprene e resolveu ele mesmo fazer outra. Como a indústria chegou aonde está, brilhando entre as mais prósperas do ramo no âmbito mundial, com uma qualidade indiscutível, é obra do amor do seu dono pelo que faz, aliado a persistência, trabalho assíduo, organização e tantas outras qualidades que o bom empreendedor que AMA O QUE FAZ reúne quando tem um objetivo em mente.

Antes de decidir que curso fazer, procure conhecer-se melhor a si próprio. Ouça seus anseios interiores. Identifique coisas que lhe dão prazer e busque uma profissão que tenha algo a ver com o que você gosta de fazer, ou que admira nos outros, para cuja atividade você tenha algum pendor, algum dom. Você não vai pretender ser arquiteto, por exemplo, se é uma nulidade em desenho. Ou médico, se desmaia quando vê sangue.

Importante, mas importante mesmo, é você se realizar como pessoa e como profissional. Se você tiver paixão pelo que faz, a sua resistência para vencer dificuldades será muito maior, a sua mente ficará mais ligada, será mais criativa, pois você estará motivado para agir. Motivar-se é encontrar motivos para fazer ou deixar de fazer alguma coisa. É acender a chama interior do entusiasmo. E não por acaso entusiasmo vem da palavra Theo, que significa Deus em grego. A pessoa en-theo-siasmada tem dentro de si a força criadora de Deus e vence qualquer obstáculo que se apresente diante de seu caminho em direção a seus ideais, a suas metas.

Valorizo muito mais a vontade do que a inteligência. Todos nós somos medianamente inteligentes. O que distingue os vencedores é a vontade. Enquanto o animal age por instinto, o homem raciocina, enfrenta problemas, resolve-os e decide o que quer e o que não quer para si. E não adianta culpar os outros não, porque você é o responsável pelos seus atos. Construir uma vida melhor, mais equilibrada, mais produtiva, mais saudável vai depender só do seu grau de autoestima e de autoconhecimento, além da determinação firme de fazer ou deixar de fazer algo, para alcançar seus objetivos. Se você não tiver objetivos claros de curto, médio e longo prazo, não vai chegar a lugar nenhum. Vai andar em círculos e culpar a crise.

Faculdade também não é indispensável para você realizar-se, dependendo de seus objetivos. Ayrton Senna foi aluno apenas mediano e nunca fez faculdade. Mas sabia o que queria e não mediu esforços para consegui-lo. Você pode argumentar que ele era rico. Mas o pai do Niki Lauda era apenas funcionário público e não queria que o filho corresse. Lauda só foi aprender a dirigir com 18 anos. Nem por isso ele foi menos campeão. De vidas e oportunidades tão diferentes, ambos tinham em comum as qualidades de vencedor: objetivos definidos, garra, determinação, força de vontade, pertinácia e autoconfiança. Pense nisso, garotão; pense nisso, gatinha. E vá em busca do seu ideal com a mesma avidez com que um operário faminto encara um prato de comida. Você vai chegar lá. Pode crer, amizade!

P.S.: Se você não gosta de nada, não se interessa por nada, acha que o mundo está todo errado e você é mais uma vítima da sociedade, é mau sinal. Busque orientação com um profissional. Procure encontrar-se, com livros de autoajuda. Se tiver oportunidade, faça um curso de motivação pessoal comigo ou com outro bom profissional. Prometo sacudir a sua mente, abrir seus olhos para a realidade e despertar sua vontade. Que está adormecida dentro de você sabe lá por quê. 

 

           

 

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários