Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Governador Celso Ramos conhecerá rede metropolitana de transporte coletivo

Publicado em 13/10/2017 Editoria: Cidades Comente!


A população de Governador Celso Ramos vai conhecer, na próxima quarta-feira (18), a proposta de uma rede metropolitana de transporte coletivo elaborada pela Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf), em parceria com o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. O evento, organizado em parceria com a prefeitura de Governador Celso Ramos, ocorrerá às 19h do dia 19 de outubro, no auditório da Apae.

O sistema de transporte coletivo, na maioria das cidades da região continental da Grande Florianópolis, está restrito a linhas intermunicipais para Florianópolis, com pouca oferta de ônibus. Segundo o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus), há superposição de linhas municipais com intermunicipais, além de superposição de linhas de diferentes empresas, gerando ineficiência ao transporte coletivo. Com exceção de Florianópolis, todos os outros oito municípios da região metropolitana precisam regularizar os contratos, por meio de concorrência pública.

O projeto da Suderf prevê mais conectividade dos municípios da região metropolitana, facilitando os itinerários entre São José, Palhoça, Biguaçu e as cidades vizinhas. Isso deverá diminuir o número de veículos que entram na Ilha de Santa Catarina.

As apresentações públicas da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano foram realizadas nos municípios que fazem parte do sistema, ou seja, Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Palhoça, São José, São Pedro de Alcântara e Santo Amaro da Imperatriz, além de Florianópolis. No mapa disponível na Internet, é possível conhecer as propostas de linhas de ônibus de toda região.

Serviço

O quê? Apresentação da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano

Quando: 18 de outubro de 2017 (quarta-feira), às 19h

Onde: Auditório da APAE (Av. Bela Vista, s/n – próximo ao Ginásio Municipal)

› FONTE: Assessoria de Comunicação do Governo de SC

Comentários