Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

São José testa novo sistema de gestão das farmácias do município

Publicado em 10/08/2017 Editoria: Cidades Comente!


A Secretaria de Saúde de São José iniciou um projeto-piloto para a implantação do sistema Hórus nas Farmácias Básicas do Município. O Hórus é o Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica que foi criado pelo Ministério da Saúde para qualificar a gestão no SUS. O projeto foi iniciado no mês de julho e a meta é implantar o sistema em todas as farmácias do Município até setembro.

O secretário interino de Saúde, Udo Hawerroth, explica que atualmente o Hórus já é utilizado para logística farmacêutica na Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF). "Essa experiência demonstrou que é o sistema é uma ferramenta eficiente no controle de estoque de medicamentos. Por isso, decidimos ampliar o acesso também para as unidades de saúde, que hoje contam com um modelo de gestão de medicamentos básico e que precisa ser modernizado", assinala.

O projeto-piloto iniciou a implantação do sistema por quatro unidades de saúde: Policlínica de Campinas, Policlínica de Barreiros, CAPS e Roçado. Para Hawerroth, um dos principais ganhos do Hórus será a identificação em tempo real do estoque de medicamentos nas farmácias das unidades de saúde e o controle de dispensação. "Hoje este controle já é feito, mas o novo sistema possibilitará o reabastecimento dos medicamentos de forma muito mais rápida e efetiva", destaca o secretário.

Outro diferencial do sistema é a rastreabilidade dos medicamentos distribuídos à população de São José. "Em cada unidade básica de saúde será possível identificar o perfil medicamentoso da população, permitindo à Secretaria de Saúde o controle e monitoramento dos recursos financeiros investidos na aquisição e distribuição dos medicamentos", comenta.

A iniciativa está alinhada ao trabalho da Secretaria Municipal de Saúde para a modernização do sistema de gestão das unidades de saúde de São José. Esse processo iniciou com a implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão.

A ferramenta tem como objetivo organizar o processo de trabalho da equipe de saúde em relação ao acompanhamento da condição de saúde dos usuários da rede com um cuidado individualizado e específico, além de permitir o compartilhamento de informações sobre os pacientes em todos os pontos de atenção da Rede de Atenção Primária à Saúde.

Neste contexto, outra medida foi a implantação da Sala de Situação no último mês de março. O espaço virtual serve como um instrumento de projeções, transparência e análise de informações para contribuir no processo de decisões da Saúde do município.

São mais de 140 indicadores que reúnem as informações do município. Com isso, cada área técnica pode fazer avaliações e análises para qualificar o serviço prestado à população. Além de disponibilizar informações de forma executiva e gerencial para tomada de decisão, a Sala de Situação também contribui com a transparência da Saúde.

› FONTE: Secretaria de Comunicação da prefeitura de São José

Comentários