Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS
Bondeconomia - Por Fernando Bond

Bondeconomia Por Fernando Bond

Bondeconomia - Por Fernando Bond

INAUGURAÇÃO EM JARAGUÁ DO SUL É EMBLEMÁTICA AOS 4 MESES DE GOVERNO

Publicado em 18/06/2018 Comente!

Governador Eduardo Pinho Moreira, Presidente da Fesporte Natália Petry e Secretário Tufi Michreff presentes à inauguração do CIJ / Foto: Heron Queiroz - Fesporte

Governador Eduardo Pinho Moreira, Presidente da Fesporte Natália Petry e Secretário Tufi Michreff presentes à inauguração do CIJ / Foto: Heron Queiroz - Fesporte

A inauguração do Centro de Inovação de Jaraguá do Sul (foto), na sexta-feira (15), aconteceu praticamente ao mesmo tempo em que o governador Eduardo Pinho Moreira completa quatro meses no comando do estado. Para Moreira, é uma obra emblemática, porque demonstra claramente o viés de busca pelo futuro planejado, por meio da ciência, tecnologia e inovação, que marcou os dois governos de Luiz Henrique da Silveira – ele próprio ex-ministro da Ciência e Tecnologia (1987/88) numa época em que a maioria dos brasileiros sequer sabia o que era isso.

Na verdade, a inauguração em Jaraguá do Sul tinha um traço de frustração porque é apenas a segunda unidade das 13 que foram prometidas nos últimos anos, o que significa que infelizmente não foram tratadas como prioridade. No evento o governador lembrou que “em SC o setor da Tecnologia e Inovação já representa 5% do PIB, e é fundamental que o serviço e a governança públicos estejam conectados com os avanços do setor para garantir eficiência e mais qualidade de vida ao cidadão catarinense”. De volta a Florianópolis, Moreira fez um balanço dos 120 dias frente ao governo. Entre as medidas que tomou nesses quatro meses, ele destaca: 

- A desativação de 15 Agências de Desenvolvimento Regional e quatro secretarias executivas, em Florianópolis. Em abril, anunciou o corte de mais de 230 cargos comissionados e funções gratificadas de servidores.

- A definição de Saúde e Segurança Pública como prioridades. “Não há alternativa, com a escassez do recurso público, você tem que escolher para onde direcionar os investimentos do Estado e buscar parcerias para atender outros setores. Saúde e Segurança têm prioridade máxima e a fórmula é fazer mais com menos”, explica.

- Na Saúde, Moreira considera que tem bastante a comemorar: já atingiu a marca de R$ 90 milhões destinados a quitar dívidas do setor em 2017 e vem repassando, rigorosamente, 14% de toda a receita líquida que o Estado arrecada. Quanto ao estoque de itens e medicamentos também houve avanço significativo, com o índice de abastecimento saltando de 31 para 86%. 

- Também na Saúde: economia de R$ 9 milhões na compra de itens e medicamentos. O setor é responsável por mais de 62% dos pregões eletrônicos realizados pelo estado em 2018. “Recuperamos a confiança dos fornecedores. Pagando em dia, você consegue negociar e comprar melhor”. Houve retomada dos serviços do Hospital Florianópolis e foi inaugurado do Centro Cirúrgico de Alta Complexidade do Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon).

- Na Segurança, o investimento deu resultado: crimes violentos como homicídios e latrocínios (roubo seguido de morte) tiveram, respectivamente, queda de 13,9% e 28,6% na comparação com o mesmo período de 2017. Houve também redução em roubos (-30,9%), roubos de cargas (-42,0%), furtos em veículos (-25,2%), em instituições financeiras (-47,3%). De outro lado, aumento do número de apreensões de drogas (+21,1% maconha, cocaína e crack) e de armas pesadas como carabina, rifle, metralhadora e fuzil (+51,3%).

- O estado foi reconhecido pelo Ministério Público e Procuradoria Geral da República como um dos que fez o melhor trabalho de gestão de crise na greve dos caminhoneiros. E ainda aproveitou a oportunidade para logo depois lançar a campanha Compre de SC, incentivando o consumo de produtos catarinenses, “para fazer girar a nossa economia, gerando emprego e renda”, lembra o governador.

SEMPRE +BC

Lastarria Santiago / Foto: Fernando Bond



Na coluna da última semana de abril fiz um destaque para a competência e a consolidação do turismo em Santiago, capital do Chile, e mostrei o centro gastronômico, cultural e de compras do bairro Lastarría (foto acima), perguntando ao final da nota: por que não fazemos igual em Santa Catarina? Pois queimei a língua, com gosto, paladar e orgulho. Algum tempo depois de voltar do exterior conheci o Passeio São Miguel (foto abaixo), que fica na Avenida Brasil, altura da Rua 3300, no início do belo caminho que leva ao complexo turístico da Barra Sul, com o Parque Unipraias, teleférico, navio pirata, atracadouro para navios de cruzeiro, bares e restaurantes que estão classificados entre os melhores do país.

O Passeio São Miguel já é um novo ponto turístico catarinense: não há dia da semana ou chuva que impeça a rua de lotar. Trata-se de um boulevard bem decorado, a poucos metros da praia, onde só circulam pedestres. O local reúne lojas, uma galeria de arte e oito opções gastronômicas de peso. As mesas ao ar livre ficam ainda mais disputadas à noite e nos fins de semana, quando não é raro circularem cerca de 10 mil pessoas. O Passeio também aceita animais de estimação e conta com estacionamento. Sempre tem música ao vivo, até mesmo no espetacular café da manhã de fim de semana do moderníssimo O Padeiro – hoje o melhor de gênero em Santa Catarina, mesmo estilo do internacional Le Pain Quotidien. 

Posso dizer a vocês que aprendi a lição: nunca mais vou fazer comparações do nosso turismo com modelos internacionais sem antes ver se já não tem em Balneário Camboriú. Uma cidade que vai virar ela mesmo internacional pelo que já tem e o que terá a curto prazo, como o alargamento da Praia Central e o Centro de Eventos. Conversei semana passada com o prefeito Fabrício Oliveira e ele está reservando muitas surpresas para a população local e também para o turismo estadual, nacional e internacional com ações ousadas e futuristas. Quem viver, verá.

Passeio São Miguel / Foto: Fernando Bond

Dia dos Namorados

Romântico e econômico. Assim o consumidor catarinense foi às compras para o Dia dos Namorados, segundo resultados da pesquisa da Federação das CDLs (FCDL/SC). Levantamento da entidade mostrou que o movimento no comércio do estado ficou próximo do previsto e alcançou 1,56% de crescimento no comparativo com o ano anterior. A opção por presentes com valor mais reduzido - como perfumaria e cosméticos, vestuário, calçados e acessórios - e a escolha por programas como jantares em casa - foram as alternativas encontradas pelo consumidor, avalia Ivan Tauffer, presidente da entidade. Tauffer também pondera que “fatores como a lenta recuperação do ritmo de consumo e a greve dos caminhoneiros foram determinantes para prolongar o efeito sobre o comércio”.


PRÊMIO

A professora dos cursos de Comércio Exterior e Gestão Portuária da Univali Christiane Ferreira Bellucci, recebeu em cerimônia realizada no Conselho Federal de Administração, em Brasília, o Prêmio Guerreiro Ramos de Gestão Pública. Ela foi a primeira colocada na categoria Pesquisador Guerreiro Ramos, com o trabalho intitulado "A tensão entre racionalidade (instrumental e substantiva) em paralelo à forma de cultura organizacional: um estudo de caso em uma escola básica de tempo integral".
 

WORLDSKILLS

Mais um destaque catarinense: o estudante Gabriel Ribeiro, do Senai de Blumenau, conquistou medalha de prata na ocupação soluções de software para negócios, nas seletivas para a WorldSkills Competition 2019. As provas forma em Palmas, Tocantins. O bom resultado alcançado habilitou Gabriel a disputar uma vaga na delegação brasileira em provas de desempate que serão realizadas em novembro. Esta é a terceira conquista do Senai/SC nas seletivas para a WorldSkills. Antes, Eduardo Hermann e Gabriele Raiser, também de Blumenau, conquistaram ouro em gestão de sistemas de redes TI e vitrinismo.

 

Comentários

Bondeconomia

Por Fernando Bond

Agenda

+ eventos