Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS
Bondeconomia - Por Fernando Bond

Bondeconomia Por Fernando Bond

Bondeconomia - Por Fernando Bond

ENGAJAR JOVENS É A META DO MOVIMENTO SC PELA EDUCAÇÃO EM WORKSHOP

Publicado em 07/05/2018 Comente!

Workshop Conexão Jovem / Foto: Marcos Campos

Workshop Conexão Jovem / Foto: Marcos Campos

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, recebeu mais de cem jovens que participam do Workshop Conexão Jovem 2018. O encontro (foto) foi na Federação, em Florianópolis, e reuniu jovens embaixadores e os demais integrantes das equipes que organizaram o mesmo workshop em 2017 no estado.

Os participantes têm como meta traçar estratégias de engajamento para o jovem catarinense. O desafio é conduzido pelo Movimento Santa Catarina pela Educação. Côrte salientou a importância do papel que os jovens têm em relação à educação. “Vocês representam todos os seus colegas de escola, a juventude de SC e têm uma grande responsabilidade, porque lideram em suas regiões, influenciam as atitudes dos jovens que residem nas localidades onde atuam”, afirmou. “Cada vez mais vamos tomando consciência da importância da educação para um país que ainda tem índices de violência muito grandes. Se nós queremos ter paz, progresso, melhor qualidade de vida, nós temos que investir fortemente em educação. Para jovens que vão melhorando o seu nível de escolaridade, ampliam-se as oportunidades na vida profissional, como novos desafios e melhor remuneração”, disse Côrte.

Já o assessor executivo do Movimento, Antonio Carradore, também alertou para o crescimento do número de homicídios e a relação entre educação e violência. “Um ano a mais de educação tende a reduzir a incidência de aprisionamento em 11% a 16%, como mostram dados do Ministério da Justiça”, salientou. Outra pesquisa da CNI mostra que quase 80% da população acredita que violência e corrupção estão relacionadas à baixa qualidade da educação. 
 

ENCADEAMENTO AGORA É NACIONAL

Após uma história de sucesso, o programa ‘Encadeamento Produtivo Cooperativa Aurora Alimentos – Sebrae/SC: suínos, aves e leite’ foi oficialmente nacionalizado neste ano. Com isso, a estratégia do Sebrae será implementada também nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, o que possibilitará a capacitação de famílias que atuam em aproximadamente duas mil propriedades rurais, nos próximos dois anos.

A iniciativa tem por objetivo contribuir com a melhoria dos índices de produtividade e competitividade, promovendo a inserção de pequenos negócios em cadeias de valor de grandes empresas por meio de relacionamentos cooperativos. Os ganhos de produtividade, qualidade, entre outros foram aspectos que motivaram a expansão para os três estados. “A expectativa é muito grande com a nacionalização deste projeto no qual a propriedade rural é vista como uma empresa, levando aos empresários, técnicas de gestão, inteligência em negócios, trabalho em rede, tendo em vista a melhoria do desempenho em toda a cadeia”, destaca Renato Perlingeiro Salles Junior, coordenador do Programa de Encadeamento Produtivo do Sebrae nacional.

O programa em SC é desenvolvido com as parcerias do Senar/SC, Sescoop/SC, Sicoob, Fundação Aury Luiz Bodanese, Cooperalfa, Itaipu, Auriverde, Coolacer, Copérdia, Caslo, Cooper A1, Coopervil e Cooper Campos. No Rio Grande do Sul, já conta com a parceria da Alfa, A1 e Copérdia, e os parceiros do Sicredi/RS. No Paraná, podem participar as cooperativas Alfa, Copérdia, Camisc, Cocari, e no Mato Groso da Sul, Coasgo e Alfa.

 

CIDADE DE TREM

Ainda como saldo das minhas andanças pelo Norte da Nova Zelândia, trago a experiência da cidadezinha de Kawakawa, conhecida internacionalmente como a Train Town (Cidade do Trem) porque a ferrovia Vintage Bay of Islands fica no meio da rua principal. É a grande atração turística da cidade (foto abaixo), que transformou vagões em salas de aula, bares, áreas de exposições e fez da pequena estação local de restaurantes, pequenos shows e outros eventos, que garantem a permanência do turista às vezes por mais de um dia nos hotéis e pousadas da região. É claro que na hora pensei em cidades como Jaraguá do Sul, que já fez um belo projeto de transformação da sua antiga estação – mas que poderia avançar ainda mais sobre os trilhos e o aproveitamento de vagões. E também pensei em Rio Negrinho, que hoje já tem como atração o passeio da Maria Fumaça, mas que ainda mantém um pátio de estação abandonado com dezenas de vagões à espera de um projeto turístico, educativo e cultural.


Foto: Fernando Bond

Falei com o prefeito Julio Ronconi – que tem o plano de revitalização da estação como promessa da campanha de 2016 – ele me surpreendeu com as fotos (abaixo) de um projeto do arquiteto William Pscheidt, da sua cidade, que criou uma nova concepção para toda a área da estação – muito semelhante ao que foi feito em Kawakawa. Agora o prefeito precisa de recursos para financiar a obra e conta com o apoio do Governo Federal, através do Ministério do Turismo e órgãos financiadores, assim como do Governo do Estado e seus bancos de fomento, como BRDE e Badesc.

Foto: Divulgação


Novo Rôgga

Este mês a Rôgga Empreendimentos está lançando o Porto Belo Easy Club, novo residencial (foto abaixo) na região central de Joinville, no bairro Bucarein. O empreendimento terá mais de dez opções de áreas de lazer. São quatro torres e a primeira fase de vendas contempla duas delas. Até hoje, são 16 empreendimentos da Rôgga entregues em Joinville.

Foto:Divulgação

O Porto Belo, o terceiro da linha Easy Club na cidade, tem como destaque a localização, sendo próximo de supermercado, academia, shoppings, panificadora, indústrias e universidades. Entre as áreas de lazer que o empreendimento dispõe, espaço zen e redário, praça, dois salões de festas, espaço kids e playground, espaço para sala de jogos, quiosque com churrasqueira, piscina infantil e adulto, espaço gourmet, espaço academia externa e espaço pet. Cada torre contará com dois elevadores e as vagas das garagens serão cobertas.

 

AQUECIDO

De acordo com Rodrigo Manteuffel Alves da Silva, diretor administrativo financeiro da Anagê Imóveis, a imobiliária está muito animada com o novo empreendimento da Rôgga, enquadrado no programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. “A maior parte do público que busca por este perfil de produto são compradores do primeiro imóvel, normalmente jovens casais, que não abrem mão de uma boa localização e, ao mesmo tempo, querem o conforto e a segurança que um condomínio pode proporcionar”, observa.

Janaina Daufenbach Batista, sócia-proprietária da Exclusive Imóveis, também tem ótimas expectativas para vendas. A profissional aponta que, além de casais, pessoas solteiras, para investir ou ter moradia, e investidores, para futura locação ou revenda, também procuram pelo produto. Ela diz que o mercado está aquecido: “Joinville está em plena expansão quanto à verticalização e também é uma cidade industrial, com índice de desemprego abaixo da média nacional”, analisa.

Comentários

Bondeconomia

Por Fernando Bond

Agenda

+ eventos