Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS
Bondeconomia - Por Fernando Bond

Bondeconomia Por Fernando Bond

Bondeconomia - Por Fernando Bond

SC EM 2º LUGAR NO RANKING NACIONAL DAS MELHORES CIDADES PARA INVESTIMENTO

Publicado em 16/10/2017 Comente!

FOTO PANORÂMICA DE JARAGUÁ DO SUL

FOTO PANORÂMICA DE JARAGUÁ DO SUL

Nas visitas que fizemos à Austrália, à Nova Zelândia e à China nos últimos anos não há dúvida que o mais impressiona que é a qualidade de vida das pessoas, a funcionalidade arquitetônica/urbana e a busca pela preservação ambiental nas grandes cidades. Essa impressão agora está materializada na edição especial de aniversário da revista Exame, que traz a reportagem especial ‘Nasce a Cidade do Futuro’. Escolhida como a melhor cidade para se viver no planeta, Melburne, na Austrália, tem uma receita brilhante: atenção ao centro, Parcerias Público-Privadas (PPPs) e foco no transporte público. Com adaptações locais, é a fórmula para cidades como Florianópolis, que agora tenta se reinventar por meio de um movimento chamado Floripa Sustentável. Aliás, na mesma edição, Exame traz as 100 melhores cidades do Brasil para investir em negócios, a Capital fica em 6º lugar. Ao todo, são 11 cidades de SC, que só fica atrás de São Paulo (37). Nossos destaques, além de Florianópolis, são Balneário Camboriú, Tubarão, Itajaí, Criciúma, Joinville, Blumenau, Chapecó, São José, Brusque e Jaraguá do Sul (foto).  

 

PENSAR NAS PEQUENAS PRIMEIRO   

 

O presidente da Câmara da Micro e Pequena Indústria da Fiesc, Célio Bayer, apresentou no Seminário Pense nas Pequenas Primeiro, em Florianópolis, as quatro principais demandas do setor que representa 98% das indústrias catarinenses: financiamento e crédito, ajustes tributários, modernização trabalhista e discussão de aspectos gerais da Lei Geral das MPEs. As propostas foram entregues ao deputado federal Jorginho Mello, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Micro e Pequenas Empresas.  No evento, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Chiodini, informou que por meio do Juro Zero, instituído em 2011, foram concedidos mais de R$ 186 milhões que beneficiaram 65 mil microempreendedores do Estado. Num dos painéis, mediado pelo CEO do Peixe Urbano, Alex Tabor, a empresária Gabriela Marcelino, sócia da Show Rio Calçados, de São João Batista, que emprega 25 trabalhadores, relatou sua experiência ao participar de programas como o Sebraetec e o Brasil Mais Produtivo, com o apoio do Senai. Ela lembrou que indústrias de pequeno porte, muitas vezes, não têm os recursos para participar de feiras internacionais e viajar para eventos de referência, mas saem na frente em agilidade. “A moda é volátil. Trabalhamos com muita pesquisa pela internet, somos ágeis e flexíveis. Então, é mais fácil construir e recriar um produto para ser competitivo”, ensina Gabriela. Outro case apresentado foi o da Timber Móveis, de Jaraguá do Sul, fabricante de móveis infantis. Fábio Maicá, representante da empresa, disse que esse é um setor dominado por grandes companhias e precisa atender a uma certificação rigorosa. Com apenas cinco anos de existência, a Timber, com 11 funcionários, encontrou seu nicho na fabricação de berços diferenciados, com a ajuda do Sebrae. Segundo Maicá, “estamos atentos aos grandes fabricantes e a ideia é fazer diferente, de forma mais simplificada, e assim conquistar nossa fatia de mercado”. 

 

OAB JOVEM   

 

Milhares de jovens advogados dos três estados do Sul se reúnem esta semana em Balneário Camboriú para, pela primeira vez, debater os desafios comuns aos profissionais em início de carreira. O encontro terá palestras e workshops sobre empreendedorismo, inovação e gestão de escritórios e as oportunidades em segmentos emergentes, como o direito da moda e direito digital. “Em SC, os jovens representam 34% da advocacia. A OAB quer apoiar esse contingente para que identifique oportunidades e esteja preparado para novos desafios, como o impacto da tecnologia no dia a dia da profissão”, afirma a presidente da OAB Jovem catarinense, Clarissa Medeiros Cardoso. 

PIRATUBA

FOTO TERMAS PIRATUBA                                                                                                                          CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

PIRATUBA    

 Investimentos em turismo estão voltando com força em todo o estado. O resort Termas Piratuba (foto), no meio Oeste, promoveu a revitalização de todo o empreendimento, chegando até à instalação de Wi-Fi para 2 mil usuários e a implantação da Rádio Termas FM, com uma programação bastante eclética. E depois de workshops de treinamento de pessoal e mudança da marca, a empresa promoveu o Inverno Termal Piratuba 2018, com 300 convidados e a presença da vencedora do 1º Masterchef Profissional, Dayse Paparoto, que foi a estrela do Festival Sabores Piratuba. "Estamos nos adiantando no lançamento da programação para o inverno de 2018 porque as empresas de turismo precisam de prazos para as vendas e planejar  atividades”, explica Leandro Riffel, presidente da Associação Hoteleira local. 
 

 

JERICADA        
                                                                                                                                       

Vizinha de Piratuba, Alto Bela Vista também realiza um evento que reúne milhares de pessoas no Parque Edgar Knecht, a Jericada, nos dias 4 e 5 de novembro. Os jericos são veículos que auxiliam nas atividades rurais e na Jericada transformam-se em carros de corrida.  

 

 

 

Até que enfim        

Para quem ainda tinha dúvidas de que o comércio está saindo da crise, os últimos resultados confirmam que finalmente este ano o setor vai sair do vermelho. Em SC, a Fecomércio anunciou crescimento de 14,2% em julho, em relação ao mesmo mês do ano passado. Já o SPC Brasil e a Confederação Nacional de CDLs mostram que as consultas para vendas a prazo na semana anterior ao Dia das Crianças, segunda data mais lucrativa para o varejo no 2º semestre, aumentaram 3% na comparação com 2016. É o primeiro ano de crescimento após três anos consecutivos de retração. E de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada pelo IBGE, em agosto o volume de vendas nos dez segmentos que integram o comércio varejista no conceito ampliado avançou 7,6% em relação ao mesmo mês de 2016. Esse foi o melhor resultado da pesquisa desde agosto de 2012. O maior fôlego nas vendas em relação ao ano anterior levou a Confederação Nacional do Comércio a revisar de +2,2% para +2,8% a projeção para o desempenho do varejo este ano, longe ainda do último resultado positivo de 4,3% em 2013.  

ALCANCE
 

FOTO EVENTO ALCANCE                                                                                                                                CRÉDITO: DIVULGAÇÃO

                                                                                                                                                                                    O evento de vendas Alcance se consolida como um dos maiores do setor em SC. Voltado para indústrias, distribuidoras e representantes comerciais, a segunda edição realizada em Joinville dobrou o número de dias, palestrantes e público com relação a 2016. O Alcance é promovido pela Meus Pedidos, startup que processa anualmente R$ 2 bilhões em transações, atendendo 5,5 mil clientes e 25 mil usuários em todo o país. “Tivemos participantes de várias partes do Brasil e ótima receptividade para o Discover, novo recurso de inteligência comercial da empresa”, diz Tiago Brandes, CEO da Meus Pedidos.  

 

Comentários

Bondeconomia

Por Fernando Bond